Get Adobe Flash player
Nosso Endereço:
Rua Riachuelo, 693 - Ponta Grossa - Pr
Telefone: (42) 3224-1632
E-mail: recados@iecdpg.org.br
Localize no Google Maps
Assine por e-mail:

Digite seu endereço de email para assinar este site e receber notificações de novas publicações por email.

Pedido de Oração:
Pedidos de Oração
Previsão do tempo:
Arquivo
Calendário 2017:
Ano do Compromisso com a Palavra

Testemunhos

Daiani Kapp Hartmann –  Testemunho publicado em 22 de fevereiro de 2012 no site do Ministério Jovem Olhos da Fé

Olá amados, hoje quero compartilhar a transformação que Deus tem feito na minha vida.

Nasci em 1992, em Palmeira, a família da minha mãe era católica e do meu pai luterana, fui batizada na luterana. Quando completei 3 anos meus pais se separaram e comecei a freqüentar a igreja católica. Aos 6 anos meu pai faleceu, foi uma época muito difícil. Eu era uma criança que tinha poucos amigos, costumava ir brincar na casa da minha vizinha, foi quando sofri abuso sexual e isso foi constante, pois era ameaçada para não contar a ninguém. A aversão que tinha a sexo não impediu que viesse a ter problemas mais tarde. Com 9 anos mudei para Ponta Grossa, ai comecei a ter traços de depressão, pois sentia falta das pessoas e como era uma pessoa tímida tinha dificuldade em fazer amizades. Aos 13 anos pela primeira vez tomei remédios para tentar me matar, meus amigos falavam que eu precisava ir a igreja, eu ia na igreja católica, mas era como se Deus estivesse lá no céu e eu aqui e Ele não poderia me ouvir.

Me sentia sozinha, sufocada, cortava os pulsos tentando amenizar a dor, mas nada adiantava, tentava suprir o vazio que havia em mim de varias maneiras, com 15 anos comecei a ter envolvimento com vários homens, casados, mais velhos e nada parecia adiantar, era uma pessoa extremamente triste, negativa, nada resolvia, ninguém conseguia me ajudar, por mais que tentassem. Em 2009 meu tio se converteu no início do ano na iecd, na páscoa ele convidou minha mãe e eu para ir a igreja, o pastor fez o apelo e eu e minha mãe aceitamos a Jesus, mas não entendíamos muito bem. Em maio fui convidada a ir num acampamento, em novembro fui em outro no qual realmente aceitei Jesus e comecei ir à igreja, aprender mais de Deus.

Aos poucos algumas mudanças foram acontecendo, mudanças de pensamentos, e algumas atitudes, mas a tristeza permanecia. Em maio do próximo ano eu me batizei, eu continuava com muitas dificuldades, mas a ano foi passando, comecei um discipulado, mas por alguns problemas não pude continuar. Em 2011, comecei realmente um discipulado, no qual pude desenvolver uma amizade sem igual com minha discipuladora, aprendi muito mais de Deus. Como era uma pessoa negativa, dificilmente conseguia ver as mudanças que estavam acontecendo em mim, mas algumas coisas ainda tinham que ser mudadas, mesmo estando na igreja por muitas vezes ainda me cortei, pensei e tentei tirar minha vida. Em agosto comecei ir ao psicólogo, foi o que me ajudou muito, comecei a perceber que muito do meu comportamento tinha haver com o abuso que tinha sofrido quando criança, era uma pessoa insegura, tinha medo de perder as pessoas e por muitas vezes acabava sufocando-as com isso, fazia de tudo para agradar as pessoas, esperava demais das pessoas e muitas vezes me machucava com isso.

Queridos, aos poucos Deus foi me restaurando, consegui perdoar o autor do abuso e Deus colocou pessoas em minha vida para me ajudarem a caminhar com Ele e para ver as maravilhas que Ele fez, e como Seu amor por nós é incondicional. Tudo estava indo mais ou menos, eu ia a igreja, participava de ministério, mas não conseguia ter uma intimidade com Deus, mas nunca ninguém tinha me questionado sobre isso, o final do ano foi muito difícil, havia uma área na minha vida que me atrapalhava muito, principalmente para ter intimidade com Deus, tinha problemas com imoralidade sexual e era muito complicado, quando comecei a realmente ver o que a Palavra dizia sobre isso, me senti a pior pessoa, me senti suja, principalmente por muitas vezes errar, pedir perdão, ir lá errar de novo, e sabendo que isso era errado, me sentia horrível. O começo desse ano foi muito difícil, tive muitas lutas, e pela primeira vez fui questionada sobre meu relacionamento com Deus, me senti horrível ao falar que não ouvia Deus falar comigo, em meio a tudo isso, um belo dia, pelo agir de Deus, eu comecei a escrever minha oração, sempre gostei de escrever quando estava muito triste escrevia, comecei a escrever e pela primeira vez ouvi Deus falar comigo, foi algo muito maravilhoso, no outro dia não tinha o que tirasse o sorriso do meu rosto, mas ainda assim tive lutas porque o inimigo viu que eu estava conseguindo.

Um dia cheguei ao ponto de não acreditar mais, não acreditar que Deus poderia me ajudar, mas Deus mesmo assim não desiste de nós, estava na casa da minha amiga e discipuladora quando ela chegou com um diário de oração, eu estava com muita raiva, não tinha nenhuma vontade de escrever no diário, mas mesmo assim o fiz, e foi através desse diário e de um livro que estava lendo, que me foi dado pela mesma amiga (ela é uma ferramenta do Senhor na minha vida) que eu consegui vencer todas essas coisas, passei por todas essas dificuldades, não me cortei nenhuma vez, e faz muito tempo que não penso em me matar. No início era difícil crer que Deus me transformaria, limparia minha mente suja e perdoaria meu passado e todos os meus pecados.

Amados tenho ótimas notícias: Deus me ama e ama você também não importa o que você faz, como você é, ELE TE AMA e quer transformar sua vida como transformou a minha e ainda tem transformado, Ele não desiste de nós, só precisamos nos entregar a Ele de todo o coração e deixar o resto com Ele.

Deus está conosco e isso faz toda a diferença. Se você está passando por problemas, entregue sua vida a Deus, Ele tem um propósito para sua vida, Ele te ama incondicionalmente, deu Jesus Seu único filho por você, para perdoar seus pecados, isto está ao alcance de uma decisão sua.

Se você vive uma vida igual ao meu passado, não é isso que Deus quer para você, não adianta, nada do que você está fazendo agora pode preencher o vazio que há dentro de você, só Deus tem o tamanho desse vazio, não se ache sujo demais para Deus, Ele te ama do jeito que você é, mas não te deixa assim, aceite Jesus abra seu coração, deixe Ele transformar sua vida e ser glorificado através dela.

Se você aceitou Jesus, mas ainda tem dificuldades para mudar, converse mais com Deus escreva se for necessário, olhe ao seu redor Deus muitas vezes usa as pessoas para nos ajudarem a ir para mais perto dEle, abra seu coração, não se feche.

Venha como você estiver, Deus quer você!

Com Deus tudo é maravilhoso, passamos por dificuldades, provações, SIM, mas Deus está do nosso lado!

Ele é nossa fortaleza!    

 

 

 

 

Indianara e Rodrigo – Testemunho publicado em 10 de agosto de 2011

O que fazer quando Deus não  age de acordo com nossas expectativas…

Como entender quando Deus com sua infinita bondade e graça, nos dá um presente tão esperado, tão desejado, e ele mesmo toma de volta. Foi assim que aconteceu conosco… Casamos em 2001, no começo não queríamos ter filhos, não nos sentíamos preparados e também haviam muitas outras coisas para comprarmos e filhos não estavam em nossos planos. Passados cinco anos em 2006 resolvemos fazer um plano de saúde para começarmos nossa longa corrida na tentativa de ter filhos. Eu particularmente achava que seria muito simples, planejei até o mês que eu gostaria que ele nascesse. Passou-se um ano, dois anos, três anos, quatro anos e em 2010, cinco anos depois eu finalmente fiquei grávida. Mas a alegria durou pouco, pois, na sétima semana de gravidez tive um aborto espontâneo e perdi o bebê. Foi um choque, não entendíamos o porquê mas, mesmo assim sabíamos que Deus estava no controle e Ele nos consolou , nos confortou e nos deu a música Gratidão que expressa a nossa dor, a nossa gratidão e a nossa esperança de que Ele é soberano e estava de motorista das nossas vidas e não de passageiro.

Passados quatro meses, depois da curetagem poderíamos começar novamente nossas tentativas. E então cada mês era uma expectativa frustrada. Mais uma vez achei que seria fácil pois, já havia engravidado uma vez agora era só questão apenas de tempo.

Um ano depois da primeira gravidez , em junho de 2011, descobri que estava grávida. Parecia um sonho, fizemos suspense, deixamos para contar no nosso acampamento de inverno, pois o grupo jovem participou de todos esses momentos juntos conosco e seria uma alegria dividir com eles essa conquista. 

Pois bem, choramos juntos, nos alegramos juntos naquela noite, mas passado duas semanas, era um domingo tive um pequeno corrimento e fiquei preocupada, começou a passar um filme na minha cabeça. No outro dia fui consultar e a médica pediu um ultra-som urgente. No dia seguinte fui fazer o ultra-som e o médico constatou que não havia batimento cardíaco no bebê, que pelo tempo da gestação já deveria estar batendo, mas não havia nenhum batimento, só me restando fazer outra curetagem.

Não há como descrever o sentimento de impotência, de frustração, de tristeza, e de incompreensão de tudo que estávamos vivendo novamente. Ficamos “sem chão’ a tristeza novamente tomou conta dos nossos corações. As dores físicas, emocionais e espirituais me fizeram mergulhar pelo “vale da angústia”. Clamei ao Senhor por respostas, algumas Ele tem respondido, outras eu nunca saberei, mas a verdade é que Deus é Deus e embora não entendamos o porquê Ele é soberano e tem o controle das nossas vidas em suas mãos.

 Não servimos ao Senhor para receber nada em troca, servimos a Ele porque verdadeiramente o amamos e sabemos que a sua vontade é perfeita para nossas vidas. 

Deus tem nos levantado, nos consolado e nos dado forcas para seguir adiante, principalmente por meio da igreja e de irmãos que verdadeiramente seguem o cumprimento da lei de Cristo de “levar as cargas uns dos outros” (Gl 6.2). Somos gratos a todos….

Embora Deus ainda não nos tenha dado filhos naturais, temos filhos espirituais que pela sua misericórdia o Senhor tem dado ao nosso cuidado e queremos prosseguir nessa caminhada, não perdendo o nosso alvo que é Cristo.

A nossa única garantia nesta vida é Jesus. À medida que essa verdade toma conta do nosso coração, somos capazes de abrir as mãos que se apegam forte demais a tudo quanto pensamos que seja nosso. E quanto mais entregamos nossa vida no controle de Cristo menos somos consumidos pelo medo da perda. 

O que fazer então quando Deus não atende as nossas expectativas?

  •             Buscar ao Senhor, clamar a Deus pois, em nossa fraqueza , Ele se torna forte.
  •             Reconhecer a soberania de Deus independentemente da situação que estejamos passando.
  •             Recordar, trazer à mente lembranças da fidelidade do Senhor.
  •             Ouvir a voz do Espírito Santo, buscar ao Senhor através da sua palavra­, pedindo orientação para nossas vidas.
  •             Render-se à vontade de Deus, demonstrando submissão ao senhorio de Cristo e descansando nas suas promessas.
  •             Aprenda a louvá-lo antes e depois da vitória, isso é um ato de fé.

 

Esse tem sido um desafio para nós, esperamos que este breve testemunho possa de alguma forma ser benção e edificar sua vida. Que ao olharmos para as mais diversas situações das nossas vidas, possamos enxergar com os olhos da fé sabendo que Deus tem um propósito para tudo e que nem uma folha cai de uma arvore sem que Deus permita.

Letra da Música Gratidão:

   Nada é maior que tua vontade

   Nada é tão perfeito como os teus planos

   Planos estes que temos conhecido ao longo de nossas vidas.

Gratidão porque tua presença em nossas vidas nos traz esperança

Gratidão porque esperar em ti é desfrutar de tua companhia

    Circunstâncias podem nos deixar tristes

    Mas cada lágrima o Senhor enxugará

    Com sabedoria tua resposta virá , pois ela é perfeita.

 

 

 

 

 

Paulo Henrique Alves Vieira  – Testemunho publicado em 10 de agosto de 2011

Nasci em 03/01/1988.Ainda na minha inocência, com seis meses de idade, eu tive uma doença: anemia. Não me alimentava de quase nada, estava ficando muito fraco. Se passaram alguns dias e os remédios não estavam resolvendo quando descobriram que eu estava com pneumonia.Estava ficando muito fraco e precisava de um doador de sangue, mas não achavam nenhum doador.Eu era batizado na igreja católica e minha madrinha chegou no hospital e ao me ver disse para minha mãe e meu pai que eu não durava mais duas semanas. Quase sem saída, minha mãe apelou para Deus e em alguns dias apareceu um doador. Com o sangue fiquei muito bom e forte.
Aos quatro anos de idade meus pais foram morar em Sengés. Meu pai era policial e minha mãe arranjou um trabalho em uma madeireira. Os dois saíam para trabalhar e eu ficava com a empregada. Um certo dia, a vizinha me chamou para brincar com ela e a empregada deixou. Ao brincar ela veio com brincadeiras maliciosas, eu não sabia o que era e fui na onda. 
Com sete anos de idade meu pai me obrigou a ir na catequese, eu nem queria saber, mas ele me prometia um presente no final de ano. Mesmo assim fui crismado, nesta época éramos uma família unida. Até que minha mãe descobriu que meu pai  a estava traindo. Depois disso fiquei muito triste. Foi então que um amigo da escola me ofereceu cigarro, mas me afoguei com a fumaça e nunca mais quis novamente. Depois de terminar a crisma meus pais se separaram, e pelo menos por 5 anos não fui mais na igreja. Aos 13 anos de idade conheci mais um vício, a bebida. Chegou ao ponto que se tivesse um pouco de dinheiro eu ia para o bar beber. Teve um ano  em que eu e meus amigos ficamos sete dias da semana bebendo. Para as pessoas em minha volta parecia que eu era uma pessoa feliz, mas eu só pensava em mim mesmo, mi nha felicidade era divulgar violência, bebidas e sexo. Cheguei a ir em várias igrejas, mas não entendia nada, porque não tinha fé em Deus, quando lia a Bíblia era só o Apocalipse para saber sobre  o fim dos tempos. Frequentei por algum tempo a Igreja Universal. Um dia estava voltando da igreja e escutei uma voz que me deu medo e comecei a clamar a Deus. O medo continuou  e comecei a chorar e fui embora correndo. Depois disso, deixei de crer.

Então comecei a namorar uma garota e diminui as minhas loucuras, eu gostava muito dela. Terminamos e um ano depois nós voltamos, e ela já estava seguindo a Deus. Para mim, os evangélicos eram motivo de piadas. Eu levava ela na igreja e saía para beber com meus amigos. Até um dia que ela me convidou para ir na igreja com ela. Acabei aceitando,mas porque tinha ciúmes dela. Um dia, conversando com uma amiga dela, comentei que para mim ela era mais importante do que Deus. Por eu ter falado aquilo, ela terminou o namoro. Comecei a ficar ainda mais depressivo, a bebida não escondia meus medos e minha vida estava um vazio. Um certo dia, através do MSN, uma amiga me convidou para ir na igreja. No início não dei bola, mas  então pensei melhor e  resolvi conhecer o projeto que Deus tem para mim. Desde então minha vida mudou.

 

 

 

 

 

 

Cezar Francisco Kapp  –  Testemunho publicado em 17 de julho de 2009

“Que a Graça, a Paz e o Amor de Deus esteja com todos vocês que lerem este meu testemunho, fruto da minha honra e gratidão a Deus nosso Senhor e a Seu Filho Jesus Cristo, nosso Salvador e que morreu pelos meus pecados”

Caros amigos da IECD
Gostaria de aproveitar esta grande oportunidade que temos nesta página tão linda e tão bem feita da IECD para compartilhar com vocês um pouquinho do que tem sido a minha caminhada nesta Nova Vida que Deus me deu e assim quem sabe encorajar muito mais pessoas a também dar o seu testemunho aqui como forma de Honrar a Deus pelo seu amor tão grande por nós. Bem, eu venho de uma família Católica e sempre segui os princípios do Catolicismo desde a infância, me batizei, fiz primeira comunhão, crismei enfim, sempre fui muito ativo dentro da igreja que eu freqüentava, participava dos grupos de jovens, toquei nas missas, até encontrar realmente meu dom que era cantar, aí entrei para o grupo de canto e não saí mais. Todo esse meu dom sempre coloquei a serviço da igreja, porém irmãos, eu desde muito pequeno que eu me lembro nunca tive uma experiência real de graça plena com Deus, de sentir o amor de Deus em minha vida ou então de enxergar tudo o que hoje eu posso ver em relação ao seu amor por nós e do poder de Deus em nossas vidas e principalmente do maior sacrifício que a humanidade já ouviu falar que foi a entrega de Seu filho por amor de nós, tudo isso eu ouvia falar nos sermões mas nunca fizeram muito sentido para mim, pois como eu vou testemunhar um pouco pra frente minha vida sempre foi muito desrregrado e assim então minha vida como membro de minha igreja se resumia a ir pra igreja, cantar, e mais nada. Isso tornou minha vida espiritual um lixo durante muito tempo. Irmãos hoje sem medo nenhum e nem mácula alguma do passado posso testemunhar a vocês que eu FUI uma pessoa como falei na igreja no dia do meu testemunho que não era muito bem vista, isso tudo porque sempre tive alguns problemas com relação a minha personalidade e desde muito pequeno problemas com sexo, conheci o sexo muito cedo em minha vida desde criança, e, pelo que me recordo hoje, devido a influências e amizades erradas acabei me tornando um escravo desse mal e que assolou minha vida e minha personalidade por muitos anos irmãos. Vivi infernos em minha vida por causa disso que não desejo nem a pior pessoa do mundo. Questionei a Deus muitas e muitas vezes o porque de tudo aquilo, porque eu teria que passar por aquilo em minha vida? Porque tanta angústia? Porque tanta aflição? E sinceramente irmãos acho que muitas e muitas vezes eu tive as respostas aos meus questionamentos mas não tinha os olhos abertos em Deus para enxergar mas hoje eu sei que …”todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus…” conforme nos diz a bíblia em Rm 8.28, então não tenho dúvida que se passei por tudo o que passei foi para que hoje eu pudesse ser um testemunho firme para alguém que precisar ou sentir-se na mesma situação e não deixar ninguém passar por isso em nome do Senhor Jesus. Toda essa situação ruim em minha vida só fez aumentar cada vez mais o meu distanciamento de Deus a ponto de eu freqüentar a igreja somente por obrigação e compromisso que eu tinha com o pessoal que eu cantava junto. No final do ano passado minha situação de afastamento de DEUS já estava tão arraigada em mim que uma situação de total desespero se abateu em minha alma pois não já não encontrava mais sentido para nada nem mesmo no sexo que era a minha válvula de escape em todos os momentos de aflição, então em um domingo pela manhã ainda lembro era dia 19 de outubro eu chorava muito, mas muito mesmo irmãos pois eu queria mudar tudo o que estava se passando comigo mas tudo era tão forte em mim que eu não tinha forças pois já havia tentando tantas e tantas vezes e não havia conseguido então aos prantos solucei a Deus que Ele me desse uma chance de mudar tudo aquilo, de mudar de vida, de parar todo aquele sofrimento, e de maneira muito precisa irmãos DEUS começou realmente a mudar a minha vida, pois no final de novembro eu aceitei um convite para vir até a igreja num jogo de vôlei e depois numa apresentação da igreja e depois mais um jogo de vôlei e enfim caí nos braços de Deus de uma maneira que até hoje nem sei explicar foi, a sensação que hoje eu tenho é que sempre pertenci a Ele e nuca passei por nada daquilo, é como se Deus me dissesse chega de sofrer meu filho volte para junto de mim. A música também sempre foi uma inspiração muito presente em minha vida e através dela que também surgiu algumas oportunidades de conhecer mais de Deus e tudo isso irmãos assim do nada ou melhor, presente de Deus em minha vida que recebi gratuitamente. Não vou dizer que foi um começo de vida cristã fácil porque eu estaria mentindo e comprometendo o meu testemunho, pois o inimigo se fez presente todos os dias desde então e tentou me derrubar por inúmeras vezes antes de eu realmente aceitar a Cristo como meu único Senhor e Salvador da minha vida, pois a relutância em aceitar uma graça tão grande como esta era imensa, eu na minha condição de pecador não conseguia acreditar que meu passado todo poderia ser apagado, perdoado e Satanás meus irmãos faz questão de nos mostrar isso todos os dias quando você está em um processo de conversão, das maneiras mais sutis até mesmo descaradamente pois em meu caso ele chegou a jogar em minha cara que eu não poderia ser um cristão perdoado e comprometido pois eu não tinha moral para isso, que eu nunca poderia dar o meu testemunho como forma de ajudar outras pessoas a também seguir o caminho da conversão e do perdão de Deus em nossas vidas pois meu passado era podre e ninguém aceitaria, mas tudo isso Deus me ajudou a superar e a vencer essa fase, até que com uma simples frase que meu irmão do coração Roger e hoje meu discipulador me falou “…entregue apenas o teu coração amigo, o resto deixe com Deus que Ele resolve….” irmãos essa frase me tocou profundamente e de maneira tão positiva que no dia 25 de janeiro desse ano após uma pregação na igreja do próprio irmão Roger eu não tive mais como escapar do amor de Deus e realmente de coração aberto aceitei a Jesus como meu único Senhor e Salvador da minha vida. A partir daí só bênção tenho recebido todos os dias, tem sido momentos e mais momentos em que Deus fala comigo da maneira mais clara possível, eu entendo seu amor por mim, eu entendo o que Deus fala ao meu coração, e também irmãos, Ele não tem me deixado sem nenhuma resposta nesses últimos 7 meses de caminhada, todas as vezes que preciso de Deus e de seu perdão ou de sua orientação ele está lá presente através de uma frase, de um versículo, de uma música, de um puxão de orelha no culto, de um desabafo de um amigo enfim, Deus tem se manifestado em minha vida das maneiras mais diversas, mas sempre tenho percebido isso porque abri meus olhos e meu coração para Deus a fim de que possa receber Dele o plano que Ele tem para minha vida daqui por diante sem medo, sem máculas do passado que ficou para traz, perdoado e esquecido. Eu costumo dizer que o marco de inicio da minha conversão é um versículo do Salmo 18 que diz assim “… na minha angústia, clamei ao Senhor e Ele ouviu a minha voz…” esse versículo tornou-se tão forte em minha vida hoje que eu o tenho bem grande pregado na parede do meu quarto bem de frente para minha cama onde eu posso acordar, olhar, ler e lembrar todos os dias do amor e da misericórdia de Deus por mim irmãos e do quanto Deus tem transformado a minha vida desde então e posso afirmar hoje com toda certeza do mundo que eu creio piamente na frase que diz que “NÃO HÁ IMPOSSÍVEIS PARA DEUS”, pois se Ele conseguiu transformar o lixo podre que era a minha vida antes da minha conversão para o cristão que estou me encaminhando e estar aqui agora testemunhando disso para vocês irmãos então Ele pode qualquer coisa e nunca duvide disso. Amém!!! Se hoje eu sou uma nova criatura é porque Deus não desistiu de mim em momento algum. Ta certo que Ele teve de fazer algumas boas horas extras para conseguir dar andamento na obra que Ele começou em mim e ainda assim precisou contar com alguns servos Dele de plantão ali 24 h por dia como o meu irmão do coração Roger, me vigiando, orando por mim, me discipulando e acima de tudo me fazendo conhecer a Palavra de Deus através da bíblia como meu escudo e proteção contra as investidas do inimigo, pois se existiu uma criaturinha pecadora nesse mundo esse alguém FUI eu irmãos, mas graças ao Poder e Amor incondicional de Deus por mim hoje sou uma nova criatura lavada pelo sangue de Jesus Cristo derramado naquela cruz por todos nós e se Deus tomou a iniciativa de me chamar de uma vez por todas para a ser uma criatura salva eu só posso dizer Muito Obrigado oh Senhor Jesus pois hoje posso ser uma testemunha viva junto a sua igreja e a todos que quiserem desfrutar do seu Poder, do seu Amor e da sua misericórdia pois a vida verdadeira só existe uma e o caminho para chegar até ela chama-se JESUS. Amém!

 

 

 

 

 

 

Moisés Cisco –  Testemunho publicado em 05 de agosto de 2007 

Queridos irmãos em Cristo.
Durante a minha  vida,  passei por  períodos  em que estive  perdido, sem a certeza da salvação. A falta de conhecimento sobre o Senhor Jesus me levou a crer em doutrinas duvidosas e  para caminhos errados.  Vivendo em uma vida de ansiedade, insônia,  procurava  viver conforme os padrões deste mundo, uma falsa felicidade. Antes de conhecer a Jesus Cristo, vivendo à deriva, conforme as ondas me levavam, eu estava doente no corpo e na alma. Tomava remédios controlados para a ansiedade, insônia, agitação e disturbio bipolar. Com  estes sintomas, tinha dificuldades de relacionamento, e a vida perdeu seu brilho.
Há mais ou menos dois anos que conheci verdadeiramente ao Senhor Jesus Cristo e comecei a frequentar a igreja e ter comunhão com outros irmãos em Cristo. Comecei a ler a Bíblia, já que antes era impossível fazer isto, pois andava tão perturbado que ao começar a leitura eu caia no sono, me desviava da atenção.
Conforme Deus me mostrava a verdade, também fui sendo liberto de minhas enfermidades. Hoje, o Senhor me libertou totalmente das minhas enfermidades de corpo e de alma. Há aproximadamente um ano  que não necessito tomar nenhum daqueles remédios que eu tomava antes.  O Senhor Jesus me libertou de tudo isso e agora eu coloco toda a minha confiança Nele, pois Ele me tirou da escuridão em que eu vivia. Sou mais feliz, seguro, confiante e encaro a vida de cabeça erguida.  Podem cair mil a minha esquerda e dez mil à minha direita, mas  o Senhor  me sustenta e me mantém firme na minha caminhada, conforme o Salmo 91.
Ele e somente Ele é meu Salvador e eu agradeço todos os dias pelas maravilhas que Ele fez em minha vida!

 

 

 

 

 

 

Vanilda FariasTestemunho publicado em 05 de julho de 2007 

Queridos irmãos
É por meio deste testemunho que eu venho mostrar para vocês a minha fé e como Deus é maravilhoso quando confiamos Nele. Faz mais ou menos quatro anos que eu descobri uma doença em meu intestino (retoculite ulcerativa) e desde então venho me tratando. Há dois anos fiquei internada por quatro dias e consegui me recuperar com auxílio de remédios, mas ainda não era convertida.
Em 2005, eu e eminha família nos convertemos e foi sem dúvida a melhor coisa  que nos aconteceu. Ainda continuava meu tratamento mas meu problema estava se agravando. Eu tinha fortes cólicas no intestino e muito sangramento, já estava com uma anemia bastante grave e muita infecção no intestino.
No início deste ano fiquei internada pela segunda vez, ficando 15 dias no hospital. Sempre me achei forte, mas esses dias me mostraram o quanto somos fracos sem Deus em nossas vidas. Esses dias serviram também para aumentar a minha fé, eu estava quase à beira da morte, mas não tinha medo de morrer. sabia que Jesus estava comigo e por isso eu agradecia e louvava a Ele por tudo o que estava acontecendo. Minha confiança em Deus aumentou ainda mais depois de tudo isso. A fé que eu e minha família tivemos (e ainda temos) nos tornou fortes para  suportarmos aquele sofrimento. Hoje eu estou recuperada, quase  sem infecção. Ainda tomo meus remédios, mas em doses menores. E o que eu quero deixar para vocês  é que eu melhorei e saí daquele hospital pela graça de Deus e porque entreguei minha vida totalmente a Ele!
Tenham fé, queridos. Confiem em Deus e vocês verão quão maravilhosa é a vida de quem serve ao Senhor!
“Alegra-te no senhor que ele realizará os desejos do teu coração”. Salmo 37.4

Aniversários do Mês:
OUTUBRO

01 - Kelly
04 - Maurício
05 - Mateus Fipke
08 - Noemi
09 - Mirian
09 - Sandra
11 - Ana Paula
13 - Plínio Filho
16 - Malcon
21 - Meri
22 - Marcilene
22 - Carlos K.
23 - Rosana
24 - Lorena
27 - Vanessa
29 - Ana Paula K.
31 - Taty
Eventos do mês:
08/10 - Almoço Comunitário- 12:30 horas, R$ 22,00 por pessoa.
12/10 - Festa das Crianças - Das 14:00 às 17:00 horas.
21/10 - Café Colonial - 14:30 horas - R$ 25,00 por pessoa.
Datas comemorativas:
12 - Dia das Crianças
15 - Dia dos Professores
31 - Reforma Protestante
Estatísticas do site:
Site criado em 23/02/2007.

Ano de 2015:
34.165 visitantes
45.895 visitas

Ano de 2016:
61.631 visitantes
93.210 visitas
Visitantes hoje: 129
Usuários Online: 2
Seu IP: 54.157.81.13