Get Adobe Flash player
Nosso Endereço:
Rua Riachuelo, 693 - Ponta Grossa - Pr
Telefone: (42) 3224-1632
E-mail: recados@iecdpg.org.br
Localize no Google Maps
Assine por e-mail:

Digite seu endereço de email para assinar este site e receber notificações de novas publicações por email.

Pedido de Oração:
Pedidos de Oração
Previsão do tempo:
Arquivo
Calendário 2017:
Ano do Compromisso com a Palavra

Algumas coisas acontecem com os que louvam e oram!

Pr. Jacson Irio Andrioli

Muitas vezes nos parece que as orações que saem de nossa boca pouca força ou poder tem, que nem chegam até ao céu onde Deus está!  Engano nosso, pois Deus sempre está do nosso lado, a diferença é saber pedir, bem como ser agradecido por Deus a respeito de tudo o que temos passado, inclusive as coisas que não nos agradam, ou que sejam diferentes daquilo que pedimos, pois acima de tudo esta a vontade de Deus! Quero te dar a oportunidade de ver o que acontece com pessoas que vivem ligadas em Deus e o louvam apesar das circunstâncias. Vamos ler:

19 Percebendo que a sua esperança de lucro tinha se acabado, os donos da escrava agarraram Paulo e Silas e os arrastaram para a praça principal, diante das autoridades.
20 E, levando-os aos magistrados, disseram: “Estes homens são judeus e estão perturbando a nossa cidade,
21 propagando costumes que a nós, romanos, não é permitido aceitar nem praticar”.
22 A multidão ajuntou-se contra Paulo e Silas, e os magistrados ordenaram que se lhes tirassem as roupas e fossem açoitados.
23 Depois de serem severamente açoitados, foram lançados na prisão. O carcereiro recebeu instrução para vigiá-los com cuidado.
24 Tendo recebido tais ordens, ele os lançou no cárcere interior e lhes prendeu os pés no tronco.
25 Por volta da meia-noite, Paulo e Silas estavam orando e cantando hinos a Deus; os outros presos os ouviam.
26 De repente, houve um terremoto tão violento que os alicerces da prisão foram abalados. Imediatamente todas as portas se abriram, e as correntes de todos se soltaram.  (Atos 16. 19 ao 26)

Para entender o contexto, precisamos saber o que acontece um pouco antes. Paulo e Silas estavam indo para um lugar orar e foram alcançados por uma moça possessa de um espírito adivinhador, e tal “dom” gerava muito lucro para os donos desta moça, pois era escrava. Acontece que esta moça começou a perturbar aos dois e Paulo indignado faz uma oração repreendendo o espírito no nome de Jesus, e este saiu imediatamente. Então esta foi a motivação para que os dois fossem presos e açoitados e lançados na prisão.

Depois de terem sido presos levaram açoites com varas e foram levados ao cárcere onde tiveram os pés presos em um tronco. Este tronco nada mais era que um instrumento de tortura, onde os pés eram colocados em duas extremidades e eram separados gradativamente e provocando muita dor, incomodo e sofrimento. Quero inverter os  dois termos para melhor entendermos… Veja o versículo 25, vamos falar primeiro sobre o louvor e depois sobre a oração.

1.    O Louvor em meio a dores
Coloque-se no lugar destes dois homens, presos por estarem falando da salvação que há em Cristo Jesus. O que você faria se estivesse no lugar deles? Iria reclamar, falar de injustiças, gritos pedindo por socorro, só falaria em juízo, diria de seus direitos. Posso imaginar que faria exatamente isso, mas imagino também, que nada disso adiantaria. Ficar preso já é algo bastante complicado, mas levar uma surra com varas e sem dever nada…

Mas, algo inusitado acontece. Era meia noite e os dois homens, mesmo feridos, injustiçados e com mãos e pernas presas iniciam um período de louvor ao Senhor! Irmãos, aqui vemos um lição a ser aprendida! Louvar ao Senhor e celebrar a Deus não é algo que deve ser feito quando tudo está bem! Apesar que muitas vezes nem O louvamos quando tudo vai bem! Vejamos:

1 Bendirei o Senhor o tempo todo! Os meus lábios sempre o louvarão.
2 Minha alma se gloriará no Senhor; ouçam os oprimidos e se alegrem.
3 Proclamem a grandeza do Senhor comigo; juntos exaltemos o seu nome.
4 Busquei o Senhor, e ele me respondeu; livrou-me de todos os meus temores.
(Salmo 34 1 ao 4).

Queridos, em momentos de dificuldade é necessário manter a fé, Paulo e Silas, imagino que já haviam esgotado todas as suas lágrimas, mas a fé ainda e apesar dos açoites estava viva e os levou a um momento de louvor! Deus ouve o nosso louvor, mas quando somos levados a louvá-lo em meio a dificuldades estamos demonstrando maturidade e grande fé, bem como admitimos que Deus está no centro de nossos corações e vida! Sendo assim,  não cessemos de louvar!!!

“O Senhor sustenta a todos os que caem, e levanta a todos os abatidos.”  (Salmo 145.14)

Uma das características mais impressionantes que atua na vida do ser humano é a motivação. Quando estamos motivados, conseguimos ir longe, e parece que barreiras e obstáculos não conseguem nos deter. Paulo e Silas estavam motivados por sua fé e por uma missão, levar a Salvação de Jesus aos pecadores.

Um conselho, não permita que fatores interfiram em sua motivação, existem coisas e acontecimentos que poderão minar nossas forças, como por exemplo, uma enfermidade, uma perda, uma decepção, problemas relacionais, problemas com filhos ou no casamento. Quais são os motivos que tem minado sua motivação? Mas,  Jesus volta a nos dar o animo e a motivação:

“Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo.” (João 16.33)

Repito: Sendo assim não cessemos de louvar!!!

2.    A oração da prisão
Imagino que a coisa que eu menos teria vontade de fazer seria louvar e orar se estivesse na prisão. Mas a motivação de Silas e Paulo os fazia ter esta atitude. Eles oravam e louvavam a Deus e os demais presos ouviam tudo.

Uma característica que me chama a atenção nestes dois irmãos é que em meio a tantas coisas desagradáveis que estavam passando não tiveram tempo para lamentar e nem pra reclamar. Louvavam e oravam. Quando oramos o milagre acontece e tudo aquilo que nos prende, cai por terra. Eles oraram e um milagre os alcançou, um grande terremoto os libertou da prisão, quando oramos acionamos os milagres de Deus e todas as portas e grilhões são arrebentados pelo milagre do Senhor.

O que tem prendido você neste momento? Situações tem prendido você ou limitado você em alguma área, mas independentemente disse, quando nos dispomos a orar e a confiar em Deus e a exercitar a nossa fé, Deus vai liberar o milagre em nossas vidas. Desta forma nossa confiança e a perseverança na oração são os fatores determinantes para nosso milagre acontecer.

Conclusão:
Queridos,  existe um privilégio tão grande em louvar ao Senhor e o busca-lo em oração, pois são estas as formas que temos de acionar o milagre e agradarmos ao Senhor e acima de tudo darmos testemunho do grande poder de nosso Deus cuidando de nós em todos os detalhes e situações da vida.
Deus te abençoe e não desista de orar e louvar ao Senhor o tempo todo!!!

Aniversários do Mês:
DEZEMBRO

01 - Brunilda
03 - Rubens
03 - Karol R.
06 - D. Ida S.
09 - Daiani
09 - Moisés
17 - Jane
18 - D. Marli
24 - Alexandre
25 - Kiko
25 - D. Tere
29 - Anna Herta
Datas comemorativas:
10/12 - Dia da Bíblia
19/12 - Emancipação do PR
25/12 - Natal
Estatísticas do site:
Site criado em 23/02/2007.

Ano de 2015:
34.165 visitantes
45.895 visitas

Ano de 2016:
61.631 visitantes
93.210 visitas
Visitantes hoje: 23
Usuários Online: 0
Seu IP: 54.221.93.187