Get Adobe Flash player
Nosso Endereço:
Rua Riachuelo, 693 - Ponta Grossa - Pr
Telefone: (42) 3224-1632
E-mail: recados@iecdpg.org.br
Localize no Google Maps
Assine por e-mail:

Digite seu endereço de email para assinar este site e receber notificações de novas publicações por email.

Pedido de Oração:
Pedidos de Oração
Previsão do tempo:
Arquivo

Mensagem do Culto do Dia das Mães

Pastor Jacson Irio Andrioli

Imagino que se uma mãe recebesse um centavo a cada vez que seu nome é chamado ela teria uma fortuna inestimável ao final de sua vida! Mãe é para tudo, podemos depender dos pais (homem), mas a maioria dos problemas que acontecem conosco é a mãe quem vai nos ajudar a resolver até alcançarmos a maturidade. Sendo assim,  posso concordar com o que o grande estadista americano Abraham Lincoln disse:  as mãos que embalam o berço, dirigem o mundo.

A mulher, em sua função materna, têm grande influência na formação do caráter de uma pessoa, na estruturação espiritual da igreja e na formação da nação.  Mais do que ninguém as mães convivem diariamente com seus filhos.   Elas os carregam no ventre, no coração e nos braços, para então liberá-los para o mundo.  Toda a mãe sonha com o futuro dos seus filhos, e tanto é que sempre tem uma outra opção caso a primeira falhar. Elas defendem tanto os seus filhos que podem dar sua própria vida por eles. Ninguém ora tanto pelos seus filhos como as mães.

“Acaso, pode uma mulher esquecer-se do filho que ainda mama, de sorte que não se compadeça do filho do seu ventre? Mas ainda que esta viesse a se esquecer dele, eu, todavia, não me esquecerei de ti”. (Isaías 49.15)

Nesta referência, encontramos o Senhor falando ao povo de Israel que nunca os abandonaria, assim como uma mãe que ama e protege os seus filhos. O Deus Pai e Criador concedeu à mulher o dom de gerar a vida para que pudesse sentir o seu amor por alguém que sentiu surgir em seu interior. Não existe comparação melhor para o amor de Deus do que o amor de mãe. Deus se compara à uma mãe para demonstrar o seu cuidado! No DNA de todas as mães existe uma parte onde encontramos o cuidado de seus filhos, este é o compartimento onde ficam registrados os meios e caminhos dela para cuidar da melhor forma possível de seus filhos.

No versículo de Isaías Deus fala de uma mãe que não esquece de seus filhos e fala que Ele nunca se esquecerá de seus filhos. Os filhos são presentes do Senhor (Salmos 127:3-5).

Em Tito 2:4, aparece a palavra grega “phileoteknos”. Esta palavra representa um tipo especial de “mãe de amor materno”. A ideia que esta palavra transmite é de “preferir” nossos filhos, “cuidar” deles, “alimentá-los”, “abraçá-los” com amor, “satisfazer suas necessidades”, “amavelmente ser amiga” de cada um como único vindo da mão de Deus.

Uma mãe não se esquece de seu filho, mas consegue esquecer seus erros e desobediências. Deus nos fala: se confessarmos os nossos pecados Ele nos perdoará e nunca mais se lembrará deles. Muitas vezes a mãe fica sem comer ou sem dormir para cuidar de seu filho quando esta adoecido. Deus cuida de cada um de nós constantemente, como uma mãe cuida de seu filho.

“Deito-me e pego no sono; acordo, porque o Senhor me sustenta.” (Salmo 3.5)

Davi foi quem disse estas palavra a Deus, e sua confiança era tal no Senhor que descansava na presença DEle por que sabia que não estava só.

Apesar de tudo o que o filho possa fazer,  a disposição da mãe é de perdoá-lo e o acolher de volta para perto de si. Deus age da mesma forma. Seu amor e sua graça nos acolhem de volta,  mesmo sendo pecadores. Veja a parábola do filho pródigo: o pai estava à espera do filho! Deus em seu cuidado e graça nos sustenta!

Voltando a falar de amor… As mães podem se inspirar em Deus na maneira de amar e agir!

> Amor: O amor de Deus é puro!
“Quem não ama não conhece a Deus, porque Deus é amor.” (1 João 4:8)

Por isso é que as mães se dedicam inteiramente aos filhos, motivadas por este sentimento de amor incondicional.

> Justiça: Deus ama incondicionalmente, mas sabe corrigir.
“que mantém o seu amor a milhares e perdoa a maldade, a rebelião e o pecado. Contudo, não deixa de punir o culpado;” (Êxodo 34. 7a)

Ele ensina o que é certo, ama o pecador mas rejeita o pecado.  Assim a mãe precisa agir, com carinho pelo filho e ser firme quando algo de errado acontecer. Da mesma forma que Deus nos ama e exerce sobre nós a justiça, assim as mães precisam equilibrar entre amor e justiça.

Mais alguns conselhos para as mães à Luz da Palavra de Deus!

> Envolvimento – interagindo, colocando pontos de vista, pensando e processando a vida juntos. Saiba do que seu filho gosta, quais são os sonhos dele o que ele pensa sobre Deus, a fé, sobre o pecado…

“Pais, não irritem seus filhos; antes criem-nos segundo a instrução e o conselho do Senhor.”(Efésios 6:4).

> Ensinamento – sobre as Escrituras, a visão bíblica do mundo (Salmos 78:5-6,).

Houve um dia em que vocês estiveram diante do Senhor, o seu Deus, em Horebe, quando o Senhor me disse: “Reúna o povo diante de mim para ouvir as minhas palavras, a fim de que aprendam a me temer enquanto viverem sobre a terra, e as ensinem a seus filhos”. (Deuteronômio 4:10)

> Treinamento – ajudando o filho a desenvolver habilidades e descobrir seu potencial (Provérbios 22:6).

> Disciplina – ensinando o temor do Senhor, ensinando seus limites de forma consistente, amorosa e firme (Hebreus 12:5-11, Provérbios 29:15-17).

> Nutrição – provendo um ambiente de constante apoio verbal, liberdade de falhar, aceitação, afeto e amor incondicional (Tito 2:4, II Timóteo 1:7, Efésios 4:29-32, 5:1-2, Gálatas 5:22, I Pedro 3:8-9).

> Exemplo com integridade – vivendo de acordo com o que ensina, sendo um modelo com o qual o filho possa aprender “captando” a essência de um viver piedoso (Provérbios 10:9, 11:3; Salmos 37:18, 37).

Mãe,  hoje é o teu dia! Mas estes exemplos podem ser aplicados na vida de qualquer pessoa e ela será bem aventurada!

A maternidade tem sido desvalorizada em virtude de prazeres, vaidade e pela própria dificuldade de cuidar e manter os filhos num mundo cada vez mais dominado pelo comércio. Por isso, o melhor exemplo a ser seguidos pelas mães é o próprio Deus, Criador da vida que colocou nelas este dom de gerar e amar.

Mas, na maternidade o mais importante é estar em comunhão com Deus, que te ensinará a exercer o amor incondicional. A graça do Senhor te ajudará a superar os limites e fazer com que seus filhos, marido e seu lar seja edificado na rocha que é Jesus, bem como colherá os frutos do amor sem se esquecer da justiça!

Deus,  ajude estas mulheres  a serem MÃES segundo o teu coração!

Aniversariantes:
SETEMBRO:
02/09 - Diego
02/09 - Fernanda
08/09 - Fran
13/09 - Simone Jéssica
13/09 - Josefina
20/09 - Carlos Roberto
21/09 - Valdi
21/09 - William B.
22/09 - Silmara
26/09 - Boniek

DATAS COMEMORATIVAS:
07/09 - Independência do Brasil
15/09 - Aniversário de Ponta Grossa
Estatísticas do site:
Site criado em 23/02/2007.

Ano de 2017:
114.003 visitas
Visitantes hoje: 104
Usuários Online: 2
Seu IP: 34.229.175.129