Get Adobe Flash player
Nosso Endereço:
Rua Riachuelo, 693 - Ponta Grossa - Pr
Telefone: (42) 3224-1632
E-mail: recados@iecdpg.org.br
Localize no Google Maps
Assine por e-mail:

Digite seu endereço de email para assinar este site e receber notificações de novas publicações por email.

Pedido de Oração:
Pedidos de Oração
Previsão do tempo:
Arquivo

Abatidos, porém não destruídos!

Pr. Jacson Irio Andrioli

Em toda a bíblia podemos encontrar milhares de promessas do Senhor para os seus Filhos. Existem promessas para todas as situações, para todas as circunstâncias, para todas as necessidades. E elas são para nós, os cristãos. Deus é fiel e cumpre tudo o que promete!

“Nenhuma promessa falhou de todas as boas palavras que o Senhor falará à casa de Israel; tudo se cumpriu”. (Josué 21:45)

“Porque quantas são as promessas de Deus, tantas têm nEle o sim”. (II Coríntios 1:20)

Mas ainda existe uma pergunta que muitas vezes não se tem resposta… Porque sofremos? Ou Porque passamos momentos de aflição? Longe de mim qualquer julgamento, mesmo porque tenho minhas aflições e sofrimentos, mas precisamos observar algumas coisas: por desconhecermos essas promessas, muitas vezes passamos por dificuldades, privações, angústias…  “Quem não conhece, perece.”

“O meu povo perece (ou está sendo destruído), porque lhe falta conhecimento”. ( Oséias 4:6)

Por isso precisamos conhecer o que a Bíblia contém. Ler, estudar, anotar, apropriar. Mas, isto não quer dizer que a nossa vida, a vida de cristão, está isenta de sofrimentos. Há promessas para libertação NO sofrimento, mas não DO sofrimento. Não se pode pregar um evangelho vivo e verdadeiro sem sofrimento, Jesus nos alertou sobre isso:

“No mundo passais por aflições; mas tende bom animo, eu venci o mundo” (João 16.33b)

A Bíblia também nos diz:

“Muitas são as aflições do justo, MAS o Senhor de todas o livra”. (Salmo 34:19 )

O apóstolo Paulo em sua vida e experiências tem muito a nos ensinar, e a partir da Bíblia vamos ver de forma prática e clara que mesmo em situações de luta, provas e aflições o Senhor Sempre trará consolo e refrigério à nossos corações.

“Muitas vezes ficamos aflitos, mas não somos derrotados. Algumas vezes ficamos em dúvida, mas nunca ficamos desesperados.  Temos muitos inimigos, mas nunca nos falta um amigo. Às vezes somos gravemente feridos, mas não somos destruídos.” (II Coríntios 4. 8 e 9)

Ficamos boquiabertos ao vermos as atitudes de Paulo diante de situações em que o inimigo o tentava arrastar para a morte ou perda de seu foco e objetivo.  Existe uma diferença entre ser atribulado e viver angustiado.

TRIBULAÇÃO são as adversidades da vida, as aflições comuns. Ex.: enfermidade, demissão, acidente com o carro, rompimento de relacionamentos, problema com os filhos, cirurgias, etc…

ANGÚSTIA é aflição ou agonia intensa que pode levar inclusive à depressão.

Podemos viver  atribulados, mas não temos estruturas físicas, psíquicas, emocionais ou mentais para viver constantemente em intensa agonia.

No Salmo 107 vemos o Senhor oferecendo um alivio aos seus filhos 4 vezes com as mesmas palavras (versículos 6, 13, 19 e 28)

“E clamaram ao Senhor na sua angústia, e os livrou das suas dificuldades.”( Salmos 107:6)

1. “Perplexos, porém não desanimados”

PERPLEXOS – atônitos, espantados, confusos, sem entender nada, sem explicação.

Nos perguntamos:  O que e por que está acontecendo isso? Por que estou passado por isso? Eu não entendo! Estou fazendo tudo certo… Veja a situação de Jó, qual era o motivo de tanto sofrimento, perder os filhos todos os bens e ficar com uma enfermidade terrível. E lemos em Jó1:1,que “ele era homem íntegro e reto, temente a Deus e que se desviava do mal.” Mas Jó não desanimou. Deus não permitiu. E vemos claramente isso em sua majestosa afirmação de fé registrada no capítulo 19:25 – “Porque eu sei que meu Redentor vive e por fim se levantará sobre a terra”.

Você está confuso, não está entendendo o que está acontecendo? Por que as coisas não estão dando certo, por que você está sofrendo, por que tantos problemas? Não desanime, NÃO DESISTA DE DEUS! Porque seu sofrimento vai acabar! Você está seguro nas mãos de Deus. Ele sabe o que você está passando!

“Ainda que as figueiras não produzam frutas, e as parreiras não dêem uvas; ainda que não haja azeitonas para apanhar nem trigo para colher; ainda que não haja mais ovelhas nos campos nem gado nos currais,” mesmo assim eu darei graças ao SENHOR e louvarei a Deus, o meu Salvador. O SENHOR Deus é a minha força. Ele torna o meu andar firme como o de uma corça e me leva para as montanhas, onde estarei seguro. ” (Habacuque 3:17 a 19)

2. “Perseguidos, mas não desamparados”

As perseguições vão chegar, mas Deus está sempre atento! A perseguição pode vir dos homens. Alguém que nos ameaça, que tenta nos derrubar e passar por cima, conseguir nosso posto, nosso lugar. Se alguém esta tentando te prejudicar, não se desespere, fale com Deus!

“Quando passares pelas águas estarei contigo, e quando pelos rios, eles não te submergirão; quando passares pelo fogo, não te queimarás, nem a chama arderá em ti.” (Isaías 43:2)

“E eis que estou convosco todos os dias até a consumação dos séculos”. (Mateus 28.20)

“De maneira alguma, te deixarei, nunca jamais te abandonarei. Assim, afirmemos confiantemente: o Senhor é meu auxílio, não temerei; que me pode fazer o homem?” (Hebreus 13:5 e 6-)

O povo de Israel em sua fuga do Egito viveu perseguição, mas nunca foi desamparado. Mesmo diante deles o mar e às costas os soldados egípcios, Deus os livrou!

PERSEGUIDOS SIM, DESAMPARADOS NÃO!

A perseguição pode vir do reino das trevas. Ficamos tão preocupados com os inimigos que não enxergamos Deus. Em João 4:4, está escrito: “Porque, maior é aquele que está em nós do que aquele que está no mundo”. Perseguidos sim, desamparados não! Nunca!

3. “Abatidos, porém não destruídos”

O sentido da palavra abatidos. Muitas vezes podemos ser uma pessoa enfraquecida, debilitada na fé, triste, não tendo o mesmo entusiasmo ou alegria no Senhor como antigamente. O cristão pode se enfraquecer, devido ao “stress”, cansaço, enfermidade. Dizer o contrário é utopia.

O apóstolo Paulo ficou abatido:

“Mesmo depois de termos chegado à província da Macedônia, não descansamos nada. Em todos os lugares houve problemas, lutas com os de fora e medo no nosso coração. 6 Porém Deus, que anima os desanimados, nos animou com a chegada de Tito”. (- II Coríntios 7:5 e 6)

Se você se sente abatido espiritualmente, eu tenho uma boa notícia para você: você não está destruído, apenas abatido. Mantenha-se atento e Deus vai levantá-lo, através de alguém com uma palavra, através de uma  pregação, de uma aula da Escola Bíblica, ou através do Espírito Santo, falando diretamente ao seu coração através da leitura da Palavra de Deus.

Existe outro sentido da palavra “abatido” é aplicado à pessoa que errou, caiu, pecou. O tipo de pecado não importa, não importa o que você fez, porque Deus se importa com você e você não está destruído, mesmo que seja reincidente. Em Provérbios 24:16, está escrito: “Sete vezes cairá o justo e se levantará”. Não ficará prostrado, o Senhor o levantará.

Se você está abatido, caído, pecou, errou, o Senhor quer te restaurar. Ele quer tomar-te pela tua mão e te levantar. Você não está morto, apenas abatido! Somos forte porque o Senhor nos faz fortes!

4. O sofrimento

O sofrimento é universal, geral. Todos estamos sujeitos a ele. Não tem como escolher, não sofrer.  Mas além do sofrimento do cristão ter limite, temos ainda a oportunidade de escolher que atitude tomar diante do sofrimento. Eu não posso escolher fugir do sofrimento, mas posso escolher como vou encará-lo, ou enfrenta-lo. Podemos escolher ser uma águia ou uma ave doméstica (Galinha).

Todas as vezes que a águia percebe a chegada de uma tempestade,  por um instinto natural  ela reúne todas as suas forças e corta as nuvens espessas e passa por raios e trovões até ficar acima da tempestade.

Já a galinha, corre para procurando por um abrigo e se não encontrar se encolhe e recebe o impacto da chuva e do vento em suas penas. Quando sobrevive fica em um estado deplorável, encharcada, com frio e sem forças.

Conclusão:

Em nosso caminhar pela vida, enfrentaremos os ventos das dificuldades em qualquer área, sofrimentos, problemas difíceis, situações ameaçadoras e perigosas, ou, perecemos no meio do vendaval, ou superamos ficando acima descansando nas providências Divina.

Não vamos desperdiçar nosso sofrimento. Vamos aproveitar cada uma de suas partes para crescermos em Deus, para aperfeiçoar nosso caráter, para enriquecer nossa vida. O sofrimento, quando aproveitado, nos leva para perto de Deus.

No Salmo 119:71, vemos o testemunho de Davi, dizendo: “Foi-me bom ter eu passado pela aflição, para que aprendesse os Teus decretos”.

O maior projeto de Deus para nós é que sejamos iguais, semelhantes, a Jesus. Para alcançarmos isso carecemos de aperfeiçoamento. Não estamos prontos, temos que ser transformados, e isso dói.

“Tendo por motivo de toda alegria o passardes por várias provações, sabendo que a provação da vossa fé, uma vez confirmada produz perseverança. Ora, a perseverança deve ter ação completa, para que sejais perfeitos, íntegros e em nada deficientes”. (Tiago 1:2 a 4)

O segredo na hora da crise é voar alto, na direção do “Sol da Justiça” (Jesus – Malaquias 4:2), onde sopra o vento suave do Espírito Santo de Deus. Ele é a nossa torre de libertação, nosso alto refúgio, nosso esconderijo, nosso abrigo no temporal.

As promessas de Deus nos garantem a vitória!

Aniversariantes:
MAIO:
02/05 - Rose
07/05 - Bertha
15/05 - Calebe
16/05 - Beatriz J.
17/05 - Ernesto
23/05 - Igor
25/05 - D. Margarida
26/05 - Eduarda
27/05 - Vanilda
28/05 - Karen
28/05 - Lucas
28/05 - Leandro

DATAS COMEMORATIVAS:
01/05 - Dia do Trabalhador
12/05 - Dia das Mães
Estatísticas do site:
Site criado em 23/02/2007.

Ano de 2017:
114.003 visitas
Visitantes hoje: 82
Usuários Online: 2
Seu IP: 34.204.0.181