Get Adobe Flash player
Nosso Endereço:
Rua Riachuelo, 693 - Ponta Grossa - Pr
Telefone: (42) 3224-1632
E-mail: recados@iecdpg.org.br
Localize no Google Maps
Assine por e-mail:

Digite seu endereço de email para assinar este site e receber notificações de novas publicações por email.

Pedido de Oração:
Pedidos de Oração
Previsão do tempo:
Arquivo

Você é bom em tomar decisões?

Pr. Jacson Irio Andrioli

(Culto de  20/09/2014)

Decisão, esta palavra é difícil de se encarar…

Muitas vezes não sabemos direito como tomá-las, nem se as decisões que tomamos são as certas, muito menos se o resultado delas será para o nosso bem. Algumas tomamos involuntariamente, outras por impulso, outras nem pensamos e outras adiamos, pois não temos certeza de que é melhor…

Na Bíblia vemos diversos homens tomando decisões sábias e outras equivocadas. Alguns dias atrás lhes falei de dois irmãos que levaram fogo estranho para o templo do Senhor, eles decidiram resolver um problema sem antes ter prestado a atenção nas consequências, e as consequências foram catastróficas, a morte! Outros dois foram Ananias e Safira que decidiram mentir e o seu fim também foi trágico, a morte.

Existe um versículo que nos diz assim:

“Há caminho que ao homem parece direto, mas ao cabo dá em caminhos de morte” (Provérbios 14. 12)

Gostaria que você localizasse em sua Bíblia o texto de Atos dos Apóstolos 10. 9 ao 16.

“No dia seguinte, por volta do meio dia, enquanto eles viajavam e se aproximavam da cidade, Pedro subiu ao terraço para orar. Tendo fome, queria comer; enquanto a refeição estava sendo preparada, caiu em êxtase. Viu o céu aberto e algo semelhante a um grande lençol que descia à terra, preso pelas quatro pontas, contendo toda espécie de quadrúpedes, bem como de répteis da terra e aves do céu.
Então uma voz lhe disse: “Levante-se, Pedro; mate e coma”.
Mas Pedro respondeu: “De modo nenhum, Senhor! Jamais comi algo impuro ou imundo! ”
A voz lhe falou segunda vez: “Não chame impuro ao que Deus purificou”.
Isso aconteceu três vezes, e em seguida o lençol foi recolhido ao céu.”

Neste momento da vida de Pedro, Deus estava lhe abrindo os horizontes quanto à pregação do evangelho do Senhor Jesus, pois Deus estava falando a Pedro, que tudo o que Ele faz é bom e não imundo. Pedro não estava entendendo a vontade de Deus, e sua decisão neste momento era de não se envolver com o que era imundo.

Muitas vezes hesitamos em decidir pelo Senhor e sua vontade, por não sabermos dela completamente. Mas pensa comigo um pouco, a palavra do Cristão deve ser sim, sim e não, não (Mateus 5.37), então quer dizer que em algumas vezes eu acabo dizendo não para o Senhor e querendo que Ele dê o seu sim pra mim??? Como assim???

Quer ver um negócio que não entra na minha cabeça?

1.    Decisões baseadas nas emoções e sentimentos
O Marido chega pra esposa e fala: “Querida vamos ao culto hoje?” e ela responde “Não estou sentindo de ir hoje!” Outro exemplo: O espiritual na hora do aconselhamento diz: “Faça o que o teu coração estiver mandando fazer”. O casal decide, mesmo sem condições, dar a festa de 15 anos da filha porque ela está em crise depressiva, porque todas as suas amigas fizeram a festa e ela vai ser diferente!

A maioria das pessoas tem tomado suas decisões baseados apenas em seus sentimentos, é exatamente neste ponto que a Bíblia nos adverte em Jeremias 17 .9, acerca do coração do homem que é enganoso.

Irmãos, devemos avaliar os nossos sentimentos e refletirmos se estão de acordo com a vontade do nosso Deus! Não podemos ser guiados apenas por eles. É claro que os fatores que colaboram para nossa tomada de decisões são sentimentos, experiências vividas, intuição e outros meios, mas não são os sentimentos que podem guiar a vida de um filho de Deus!Sabe por que??? Tudo o que decidimos hoje nos tornará a pessoa do amanhã! Ou melhor, as decisões de hoje determinarão o nosso futuro!

Pedro decidiu baseado em suas regras religiosas… Equivocou-se, limitou seu campo de visão…
Daniel ao contrário de Pedro decidiu em não se contaminar com os manjares com o vinho e todo o luxo do rei. Ele declarou que estava dependendo unicamente do Senhor! Seus sentimentos e vontades foram dominados por algo que lhe garantiu êxito!

Quantas decisões eu tomei baseado nos sentimentos e prejudiquei a sequência da vontade de Deus. Quando refletimos/pensamos na decisão baseados na Palavra de Deus temos autoridade sobre os nossos sentimentos e fazemos as escolhas certas. Recebemos coragem e convicção da parte de Deus e partimos para atitudes concretas e acertadas.

2.    Decidindo a vontade de Deus
Você já disputou alguma coisa no cara ou coroa, lançando uma moeda para o alto e esperando a resposta? Eu já! Mas nunca decidi coisas importantes desta forma.

Imagine José do Egito, no momento em que estava sendo cantado pela mulher do Potifar, se ele tivesse lançado a moeda para o alto, ele teria fugido ou cedido a tentação? José disse que não se deitaria com ela por que não queria pecar contra Deus! (Genesis 39.9).

A vontade de Deus para seus filhos é que eles não pequem e nenhum se perca! Nossas decisões podem nos levar a desviarmos do caminho que o Senhor preparou para cada um de nós.

Outro exemplo a ser seguido é o de Josué e Calebe, que foram os únicos que decidiram ir para a batalha, acreditaram que conseguiriam vencer os gigantes da terra prometida, mas foram vencidos pelo medo que forçou os outros dez espias a decidirem que eram inferiores aos inimigos. “Somos como que gafanhotos!” Para nossa surpresa a decisão de Josué e Calebe foi acertada e eles foram os únicos de sua geração que entraram na terra prometida!

Voltando a Pedro, depois da visão do lençol, recebeu uma visita em sua casa, homens o convidaram para ir até a casa de um centurião chamado Cornélio, e ao chegar lá percebeu o que Deus estava lhe falando por meio do sonho: (Atos 10. 34 a 36).

3.    Decidindo o futuro
Dois namorados conversando: “Amorzinho vamos marcar a data de nosso noivado?” Ele diz : “Você que sabe!” Será que depois desta conversa o relacionamento vai pra frente? É claro que não, pois a decisão dele foi totalmente insegura e imatura.

Filho você quer um copo de leite? “Não sei se estou com fome, mamãe!”

“Querido você já decidiu sobre nossas férias?” Responde que sim, mas ainda não tomou a decisão!

Nosso futuro a Deus pertence (sábio), mas eu preciso decidir se vou pertencer ao futuro de Deus ou às minhas próprias escolhas duvidosas!

Meus irmãos,  o futuro é daqui a pouco, se eu e você não estivermos prontos para decidirmos sobre ele, seremos empurrados pra qualquer lado. Você lembra das palavras de Jesus no Getsemani? (Lucas 22.42) Estas palavras de Jesus, não somente decidiram seu futuro, como o futuro de todos os que creem n´Ele!

Quero te mostrar outras duas decisões… Genesis 3. 8 ao 11.

  • A motivação da escolha de Ló foi: ambição, egoísmo, desconsideração pelo parente que o ajudou em tudo, não consultou ao Senhor. Sua escolha lhe causou desgraças.
  • A motivação da escolha/decisão de Abraão: Abraão escolheu a comunhão com Deus, sua decisão foi baseada a vontade de Deus, pois sua vida pertencia a Ele. Abraão recebeu o título de “amigo de Deus”, foi transformado por Deus em um patriarca do povo de Israel. Sua decisão marcou sua vida e geração!

Conclusão:
Nosso futuro é definido por decisões feitas no presente. Decisões definem as riquezas, não falo somente das riquezas materiais, mas da riqueza da saúde, riqueza da família, riqueza espiritual, que nem a ferrugem corroem, nem o ladrão rouba.

Quer saber de uma decisão, decidimos ser felizes ou infelizes, eu e você é que escolhemos. O problema é que tudo o que eu e você vemos, sentimos e aprendemos no passado é que baseiam em nossas decisões. Portanto: Antes de concretizar uma decisão seja ela importante ou não, podemos avaliar , refletir, meditar, comparar, discernir, julgar, questionar, fazer inferências e até mesmo fazer conjecturas…

Então depois de tudo isso acrescente a vontade de Deus, buscando-a em oração e na palavra, se quiser, seja sábio e peça conselhos.

Provérbios 11:14 lemos: “na multidão dos conselheiros há segurança”.

Deus promete entrar em contato conosco:

“Instruir-te-ei, e ensinar-te-ei o caminho que deves seguir, guiar-te-ei com os meus olhos” (Salmo 32:8.)

Se eu e você fizermos da leitura da Bíblia um hábito, logo notaremos muita diferença em nossas vidas. Quer ser bom na tomada de decisões tenha uma boa comunhão com o Senhor, avalie tudo então decida com a certeza de que o conselho do Senhor por meio do Espirito Santo esta lhe direcionando.

Oração: Deus, eu entendo que sou responsável por cada decisão que tomei até aqui. Hoje lhe peço que me ajude a tomar as decisões certas em todas as áreas da minha vida. Em nome de Jesus, amém!

Acesse a página  MENSAGENS para ler outros artigos, estudos e mensagens. Temos muito conteúdo (são mais de 80 textos) para você conhecer e estudar sobre a Palavra de Deus.

Aniversariantes:
SETEMBRO:
02/09 - Diego
02/09 - Fernanda
08/09 - Fran
13/09 - Simone Jéssica
13/09 - Josefina
20/09 - Carlos Roberto
21/09 - Valdi
21/09 - William B.
22/09 - Silmara
26/09 - Boniek

DATAS COMEMORATIVAS:
07/09 - Independência do Brasil
15/09 - Aniversário de Ponta Grossa
Estatísticas do site:
Site criado em 23/02/2007.

Ano de 2017:
114.003 visitas
Visitantes hoje: 35
Usuários Online: 0
Seu IP: 34.207.146.166