Get Adobe Flash player
Nosso Endereço:
Rua Riachuelo, 693 - Ponta Grossa - Pr
Telefone: (42) 3224-1632
E-mail: recados@iecdpg.org.br
Localize no Google Maps
Assine por e-mail:

Digite seu endereço de email para assinar este site e receber notificações de novas publicações por email.

Pedido de Oração:
Pedidos de Oração
Previsão do tempo:
Arquivo
Calendário 2017:
Ano do Compromisso com a Palavra

Daniel – Um homem de Espírito Excelente

Pr. Marcos Ribeiro

Você conhece o atleta chamado UsainBolt? Ele é especialista nos 100m e nos 200m rasos. No entanto, como mostra o documentário “O Homem Mais Rápido do Mundo”, o esforço para bater todos os recordes mundiais é muito grande. O próprio velocista afirma que, algumas vezes, a rotina de treinamento é tão intensa que o faz pensar em esquecer o atletismo.

Muitas pessoas nos veem correndo e acham que é fácil, que não é preciso muito esforço. Mas, antes de chegar às corridas, há muitos sacrifícios. Parece que você vai morrer. Tem horas que dá vontade de jogar tudo para o alto e voltar para casa..

Tal atleta se prepara quatro anos, para participar de uma prova principal que dura menos de torno de 10 segundos… Não somente isso, o treino dele é todo centrado para que ele tenha o máximo do seu rendimento no dia da prova, no momento da largada. A vitória não veio a partir da última semana de treino, mas é resultante de uma vida de dedicação! O próprio apóstolo Paulo falou no final da sua vida em 2 Timóteo 4.7 ” Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé.” O homem de Deus, o profeta cujo nós iremos ver a sua história foi um homem que viveu uma vida dedicada a fazer aquilo que agradava a Deus! Um super-homem? Não, mais um homem comum, mas que combateu o bom combate e guardou a sua fé! Este homem é o profeta Daniel.

Trazendo um pouco do seu contexto histórico, O livro de Daniel começa no ano de 605 a.C. quando a Babilônia conquistou Jerusalém e levou para o exílio Daniel, seus três amigos e outras pessoas. O livro cobre os 70 anos do cativeiro babilônico. Vamos nos imaginar sendo levados ao cativeiro babilônico… Qual seria a minha e a sua reação:

a.  Iriamos questionar a Deus o por que!?
b.  Iriamos olhar para os babilônicos e dizer “vocês vão se ver com meu pai!”
c. Iriamos com eles tranquilos, pois sabemos acontece… E que não fugiu ao controle de Deus!

Meus queridos, e seu eu contar pra vocês que além de não fugir ao controle de Deus, foi o próprio Deus quem os mandou para aquele cativeiro… Olha o que diz Daniel 1.1,2:  “No terceiro ano do reinado de Jeoaquim, rei de Judá, Nabucodonosor, rei da Babilônia, veio a Jerusalém e a sitiou.E o Senhor entregou Jeoaquim, rei de Judá, nas suas mãos.” (Daniel 1.1,2a)

Outro texto em Jeremias fala a respeito disso (Jeremias 29.4): “Assim diz o Senhor dos exércitos, o Deus de Israel, a todos os do cativeiro, que eu fiz levar cativos de Jerusalém para Babilônia” (Jr 29.4)

Os judeus estavam há tanto tempo persistindo no pecado sem que houvesse arrependimento nacional que, finalmente, Deus pesou a sua mão sobre eles. E não foi por falta de aviso, Jeremias, Habacuque e Sofonias fizeram várias advertências ao povo clamando por arrependimento. Antes disso Isaías e outros profetas já haviam anunciado esse perigo. Esse é o pano de fundo onde a história de Daniel aconteceu, em um cativeiro, permitido pela soberania do nosso Deus…

Foi neste contexto que o controle soberano de Deus e o seu propósito, seu plano perfeito aconteceram.

Daniel 2.1-4: O rei teve um sonho, porém, ele não queria simplesmente contar o sonho que teve, mas sim, queria que os magos, os encantadores, não só interpretassem o sonho, mas ainda que este contassem a ele qual foi o sonho que ele teve… Entretanto os magos do reino falaram “Ó rei, vive eternamente; dize o sonho a teus servos, e daremos a interpretação” (Daniel 2.4). Por duas vezes responderam isso, o que deixou o rei furioso!

Mas em meio a tudo isso uma verdade eles falaram “não há ninguém sobre a terra que possa cumprir a palavra do rei; pois nenhum rei, por grande e poderoso que fosse, tem exigido coisa semelhante de algum mago ou encantador, ou caldeu (Daniel 2.10).”

Não há ninguém sobre a terra que possa cumprir a palavra do Rei. Foi o que Daniel respondeu ao rei, porém, há um Deus no céu, o qual revela mistérios (Daniel 2.27,28). Então Deus dá a Daniel a interpretação do sonho do rei (Daniel 2.31-35).

A história de Daniel é fantástica! Além desse episódio, ele foi escolhido junto com seus amigos para ocuparem cargos reais… Foi usado por Deus na interpretação de sonhos… Foi escolhido pelo rei como governante, supervisor sobre uma grande região de cidades, sendo ele o que mais se destacava entre os outros governantes… Seus amigos foram livrados de uma fornalha de fogo… Ele mesmo escapou ileso de uma cova de leões… E tudo isso aconteceu com Daniel por que!? Porque ele era um super-homem de Deus!? Não, porque ele era um homem, um ser humano como eu e como você!

Entretanto, havia nele o que a Bíblia fala de um “ESPÍRITO EXCELENTE”, um “ESPÍRITO SUPERIOR” que o diferenciava dos demais. Meus queridos, nós temos habitando em nós o mesmo Espírito que habitava em Daniel (Ef 1.13,14). Daniel era um homem de Espírito excelente porque ele dava espaço ao Espírito em sua vida. Em que tipo de vida se manifesta o Espírito Santo? “Naqueles que creram em CRISTO”. Quem é que lhe da espaço? “Aquele que busca uma vida de santidade”.

Apesar de Daniel se um homem comum como eu e você, vamos tomar a sua vida como exemplo e perceber algumas qualidades nele que fizeram com que ele fosse cheio do Espírito, dando espaço para a livre expressão do Espírito nele:

  • Daniel era uma pessoa disciplinada:

Daniel 1.3-12: Entre os seus amigos, Daniel era um jovem dotado de sabedoria, inteligência e instrução… Era um jovem que precisava aprender a língua e os escritos babilônicos… Foi um jovem que PROPÔS NO SEU CORAÇÃO que não iria se contaminar com as iguarias e o vinho do rei…

Percebe-se claramente que Daniel era um homem marcado pela disciplina: Ele era disciplinado nos estudos, ele era disciplinado na sua dieta… Lembram no início sobre a vida de um atleta dedicada ao esporte!? Vamos falar um pouco sobre ser disciplinado.

Você já tentou fazer dieta, regime alguma vez na vida? Que tipos de dietas existem? Quanto tempo durou a sua dieta? Pra fazer uma dieta alimentar precisa ter muita dedicação, muito empenho pessoal, abdicar-se de muitas coisas…

Daniel era disciplinado em sua dieta, além daquela comida, dentro do contexto de Daniel, terem sido oferecidas a ídolos, alguns daqueles alimentos era proibidos pela lei de Levítico 11… Então aquele rapazinho, recém-chegado, não como nativo, mas sim como CATIVO, resolveu que não iria comer! E não comeu, e o chefe dos eunucos, Aspenaz percebeu a diferença em Daniel e trocou a dieta de todos os demais! Ele foi até o final, e isso é sinal de disciplina…

Meus queridos, nós como cristãos devemos ter uma vida semelhante no sentido de nos disciplinarmos, nos dedicarmos a nossa corrida cristã, a nossa carreira que nos foi proposta! Ser disciplinado é terminar, e terminar muito bem aquilo que começamos, e quantas vezes deixamos as coisas por fazer no meio do caminho…

  • Daniel era uma pessoa de oração: uma das marcas da oração era a GRATIDÃO:

Dn 6.10: Quando Daniel soube que o edital estava assinado, entrou em sua casa, no seu quarto em cima, onde estavam abertas as janelas que davam para o lado de Jerusalém; E TRÊS VEZES NO DIA SE PUNHA DE JOELHOS E ORAVA, e dava graças diante do seu Deus, como também antes costumava fazer.

Ele era um homem de oração, mas não somente de orações esporádicas ou eventuais, mas sim de oração habitual, sistemática. Queridos, somos sistemáticos pra tantas coisas na nossa vida. Em alguns casos isso é bom, mas as vezes são coisas tão inúteis… Por exemplo, o relógio da parede, ou aquele quadro; ou então tenho que usar relógio na mão esquerda e não na mão direita… Por que será que quando trazemos as regras para a nossa vida espiritual as coisas balançam!? Falta disciplina, falta compromisso, falta disposição, falta prioridade…

Olhem para o texto novamente… Daniel sempre fazia isso muito antes do decreto do rei, muito antes da corda estar no pescoço! E nós fazemos o contrário, quando precisamos oramos, clamamos, choramos, fazemos campanha de oração, vigília, jejum. Então quando as coisas melhoram, esquecemos de Deus. Quando Daniel ouviu a má notícia a respeito do decreto do rei, ele OROU A DEUS E DEU GRAÇAS, AGRADECEU! “Daniel transforma os problemas em oportunidades e isso se manifesta em sua oração. Ninguém espere que a história seja mudada com cinco minutos de oração diária…”

  • Daniel era uma pessoa íntegra irrepreensível:

Dn 6.4: Nisso os presidentes e os sátrapas procuravam achar ocasião contra Daniel a respeito do reino mas não podiam achar ocasião ou falta alguma; porque ele era fiel, e não se achava nele nenhum erro nem falta.

Tal era a HONESTIDADE de Daniel que seus próprios inimigos não puderam encontrar nele um detalhe que pudesse acusa-lo de alguma coisa, assim apelaram para uma conspiração porque não havia motivo algum de queixa contra Daniel. Isso é ser alguém irrepreensível! Só pra pensarmos, temos sido íntegros na nossa vida pessoal, profissional?

Meus queridos, se você deixa, por exemplo, um fio solto em uma blusa de lã, logo as pessoas vão puxar, e puxar… até sair com um novelo de lã na mão. Ser irrepreensível é não ter fios soltos. Se você tem, trate de cortá-lo logo! O certo é certo mesmo que ninguém faça, o errado é errado mesmo que todo mundo faça!

  • Daniel era uma pessoa comum, e foi neste que o Espírito encontrou espaço para expressar-se:

Dn 2.30: Quanto a mim, esse mistério não me foi revelado porque eu tenha mais sabedoria do que os outros homens, mas para que tu ó rei, saibas a interpretação e entendas o que passou pela tua mente.

Como eu já falei anteriormente, Daniel era um homem comum, ele mesmo se via assim, “a mim foi me revelado esse mistério, porém eu sou igual a todos os demais”. Foi neste Daniel que o Espírito Santo encontrou espaço para expressar-se. Um homem consagrado, disciplinado, dedicado a Deus, que se entregou totalmente a Deus. Todas as áreas aberta por Daniel à influência de Deus foram usadas pelo Espírito Santo. A questão não é obter mais do Espirito Santo, mas sim deixar que Ele opere sua vontade dentro de nós!

Para concluir, durante o tempo todo eu falei a respeito da vida desse homem de Deus, mas não citei a respeito da história mais conhecida dentro do seu livro né? DANIEL NA COVA DOS LEÕES! (Dn6)

Quando Daniel foi jogado na cova dos leões por descumprir o decreto do rei, ele já estava com mais de 80 anos de idade, não era mais aquele Daniel jovem como era antes… O que me vem a cabeça quando em penso nestes detalhes é que Daniel já havia vivido seus mais de 80 anos sempre sendo uma pessoa dedicada a fazer a vontade de Deus, um homem disciplinado, um homem de oração, um homem íntegro, e isso diante de Deus foi o que trouxe a ele o livramento diante da cova dos leões. “O meu Deus enviou o seu anjo, que fechou a boca dos leões. Eles não me fizeram mal algum, pois fui considerado inocente à vista de Deus.” (Daniel 6.22) Não foi a falta de apetite dos leões, tanto é que aqueles que haviam acusado Daniel foram jogados posteriormente na cova e o texto diz que os leões lhes esmigalharam os ossos.

Queridos, o que Deus espera de nós é que corramos a corrida que nos foi proposta, que tenhamos a mesma dedicação que um atleta tem em nossa corrida cristã, que sejamos homens e mulheres de Deus, comuns, porém, disciplinados no relacionamento com ele, homens e mulheres de oração, que sustentam seus lares na fé e na dependência de Deus, e não remendam a suas casas com esforços pessoais. Homens e mulheres íntegros, onde o mundo pode olhar e dizer, você é diferente, tem algo especial em você! Aí você pode responder, sabe o que me faz diferente? O Espírito Santo de Deus que habita em mim e se expressa da maneira que Deus quer, fazendo em mim não os meus caprichos, mas a vontade Dele! Isso vai livrá-lo de fornalhas ardentes, de inimigos acusadores e de covas de leões, porque você não está sozinho, mas Deus habita em você!

Acesse a página  MENSAGENS para ler outros artigos, estudos e mensagens. Temos muito conteúdo (são mais de 80 textos) para você conhecer e estudar sobre a Palavra de Deus.

Aniversários do Mês:
DEZEMBRO

01 - Brunilda
03 - Rubens
03 - Karol R.
06 - D. Ida S.
09 - Daiani
09 - Moisés
17 - Jane
18 - D. Marli
24 - Alexandre
25 - Kiko
25 - D. Tere
29 - Anna Herta
Datas comemorativas:
10/12 - Dia da Bíblia
19/12 - Emancipação do PR
25/12 - Natal
Estatísticas do site:
Site criado em 23/02/2007.

Ano de 2015:
34.165 visitantes
45.895 visitas

Ano de 2016:
61.631 visitantes
93.210 visitas
Visitantes hoje: 23
Usuários Online: 1
Seu IP: 54.221.93.187