Get Adobe Flash player
Nosso Endereço:
Rua Riachuelo, 693 - Ponta Grossa - Pr
Telefone: (42) 3224-1632
E-mail: recados@iecdpg.org.br
Localize no Google Maps
Assine por e-mail:

Digite seu endereço de email para assinar este site e receber notificações de novas publicações por email.

Pedido de Oração:
Pedidos de Oração
Previsão do tempo:
Arquivo

As Palavras de Cristo

Série: “E perdoa-nos as nossas dividas…” (Mateus 6.12) – Parte IV
Pr. Jacson Irio Andrioli

No domingo passado estivemos refletindo sobre a importância de sermos  agradecidos, exercitarmos a paz de Cristo em nossos relacionamentos e mantermos a paz de Cristo em nosso coração como um árbitro, que define o que é certo e errado, o que fica e o que sai de nós.
Nesta noite quero iniciar nosso compartilhar a partir de uma ilustração: Colossenses 3. 10-17


A paz é parte do fruto do Espírito que lemos em Gálatas 5. 22-23. É só por meio da paz que conseguimos manter a palavra de Cristo em nossos corações.

  • É só quando vivemos tempos de paz, que conseguimos aconselhar aos outros;
  • É só com a paz em nossas vidas, que conseguimos louvar, cantar hinos espirituais;
  • É só por meio da paz, que conseguimos ser quem nós somos e viver dando graças a Deus Pai!

1. Habite ricamente em vós a palavra de Cristo

Jesus confronta a satanás com uma citação:

“Não só de pão viverá o homem mas de toda a palavra que procede da boca de Deus” (Mt. 4.4)

Com isso, Jesus estava declarando que nossa suficiência em relação as situações da vida vem da palavra de Deus. A Bíblia para o verdadeiro filho de Deus é como um alimento, uma boa refeição que nos sacia das fomes do pecado; que nos sacia da fome da dúvida e incerteza; que nos sacia da própria fome da presença de Deus.
Da palavra aprendemos a amar, a respeitar, a testemunhar, a nos comportarmos para a Glória de Deus. Sendo assim, como podemos viver o versículo em destaque?
A habitação da palavra de Cristo em nós, nos proporciona valores que produzem grandes resultados, os quais nos enriquecem espiritualmente.
Também, essa palavra será uma armadura que nos protegerá sempre que tivermos de lutar conta às investidas daquele que é o nosso maior inimigo. Também, se a palavra de Cristo residir em nós, estaremos capacitados a atingir o que Deus quer ver em todos nós: veja Romanos 8.29.
Na caminhada para a realização desse propósito divino, a palavra de Cristo orientará com segurança os nossos passos, para que não tropecemos, nem nos desviemos do caminho que devemos seguir.

“e as minhas palavras permanecerem em vós, pedireis o que quiserdes, e vos será feito” (João 15.7).

Jesus e a sua palavra devem estar juntos, radicados no coração de todos os discípulos; se assim ocorrer, há uma preciosa bênção: as orações serão respondidas.
Jesus e a sua palavra jamais podem estar separados de nós, pois só através de Jesus e de sua palavra habitando em nossos corações tomaremos a decisão de perdoar, bem como de ordenar para nossos sentimentos seguirem esta decisão.

2. “E tudo o que fizerdes…” v 17

Tudo o que fazemos é certo? Tudo o que fazemos é errado?
Mas uma coisa precisamos ter certo em nossos corações… Jesus disse que perdoa todos os pecados cometidos por seus seguidores, se há arrependimento, e Ele não se lembra mais deles, pois lançou nossas transgreções nas profundezas do mar.
Todos quantos se arrependem recebem esta afirmação dentro de seus corações:

“Tornará a apiedar-Se de nós, subjugará as nossas iniquidades e lançará todos os nossos pecados nas profundezas do mar.” (Miquéias 7.19)

Quero te falar algo bem sério neste momento:
Se confessarmos nossos pecados a Deus somos perdoados, (I João 1.9).
Mas se confessarmos nossos pecados uns aos outros seremos sarados, (Tiago 5.16).
Veja a palavra mutuamente, ela aparece no texto que lemos hoje, seu significado é reciprocidade, fazer um ao outro.
Orar, amar, perdoar, servir, aconselhar, ter misericórdia, apoiar, consolar, ensinar da palavra, e tantas outras atitudes nossas podem ser mutuamente vividas. Jesus espera isso de seus seguidores de seus discípulos. Leia versículos a respeito do perdão: Mateus 6.12, Mateus 18.21-22, Lucas 6.37-38.

Conclusão:

Você está sentindo o amor de Jesus neste momento em sua vida?
Você crê na palavra transformadora do Senhor?
Você já foi perdoado pelo Senhor em alguma situação?
E isso foi renovador para você e sua fé?
Diante disso quero te dar uma sugestão:
Pense em suas atitudes e palavras, confesse ao Senhor e receba o perdão.Mas, se existe alguém ou alguma situação que você ainda não conseguiu perdoar, ore a Deus pedindo discernimento de uma pessoa e vá a esta pessoa de sua confiança e confesse esta situação para que ao orar haja a cura de seus sentimentos e a paz de Cristo possa voltar a habitar seu coração.
Receba a cura e o perdão…
Não seja tão duro consigo mesmo e nem com a pessoa que te magoou, viva a palavra e seja feliz, ou melhor: abençoado e abençoador…
Leia o Salmo 32, e medite nele durante esta semana, e seja bem aventurado em nome de Jesus…

Leia também:

Acesse a categoria “Mensagens”  para ler  artigos no formato POST. Para ler outras mensagens no formato PDF, clique aqui.

Aniversariantes:
SETEMBRO:
02/09 - Diego
02/09 - Fernanda
08/09 - Fran
13/09 - Simone Jéssica
13/09 - Josefina
20/09 - Carlos Roberto
21/09 - Valdi
21/09 - William B.
22/09 - Silmara
26/09 - Boniek

DATAS COMEMORATIVAS:
07/09 - Independência do Brasil
15/09 - Aniversário de Ponta Grossa
Estatísticas do site:
Site criado em 23/02/2007.

Ano de 2017:
114.003 visitas
Visitantes hoje: 37
Usuários Online: 1
Seu IP: 34.207.146.166