Get Adobe Flash player
Nosso Endereço:
Rua Riachuelo, 693 - Ponta Grossa - Pr
Telefone: (42) 3224-1632
E-mail: recados@iecdpg.org.br
Localize no Google Maps
Assine por e-mail:

Digite seu endereço de email para assinar este site e receber notificações de novas publicações por email.

Pedido de Oração:
Pedidos de Oração
Previsão do tempo:
Arquivo

Resgatador

Pr. Jacson Irio Andrioli

Jamais houve alguém como  Jesus Cristo. Para os cristãos, isso é óbvio, mas considerando o ponto de vista daqueles que não são cristãos, Jesus não passa de um bom homem, ou de um profeta, mas ninguém pode negar que Jesus foi o homem que interferiu em todo o mundo e que mais causou influências em toda a história.
Apesar da grande influência de Jesus, existe ainda muito mistério em torno da sua pessoa. Quem foi Jesus? Como Ele era? Estas perguntas simples provocam uma série infindável de respostas.

“Tal como o Filho do homem, que não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate por muitos.” (Mateus 20.28.)

Nesta época do ano muitos canais de televisão exibem filmes e documentários a respeito da vida e da pessoa de Jesus. Muitos exageros aparecem, outras coisas que não concordamos, mas a minoria aponta Jesus como Ele realmente foi e é: um Servo, o Servo do Deus vivo!
Cada pessoa tem uma imagem de Jesus, por meio da qual procura entendê-lo. O erro de não conhecer quem é o Cristo, é acabarmos com um “Jesus” que é mais um produto da nossa cultura do que das Escrituras. Quem é Jesus para Você? Eu já te fiz esta pergunta!Compartilhando: Que imagem brota em seus pensamentos quando pensa  N’Ele?
Vamos observar como os autores dos evangelhos viram a Jesus e nos transmitem hoje:

1- JESUS NOS EVANGELHOS

Um exame mais detalhado dos quatro evangelhos revela-nos que os autores não eram simples repórteres ou pesquisadores, anotando as atividades diárias da vida de Jesus.
Eles narram as histórias do Senhor como método de ensino para que a igreja do primeiro século pudesse conhecê-lo. Portanto, são quatro narrativas inspiradas pelo Espírito Santo sobre a vida dele, ensinamentos e significados.
Os autores nos apresentam vivências de Jesus para apresentar um retrato dele que faça os leitores(eu e você) responderem por meio da fé e da obediência a quem é Jesus.
Cada evangelho é lido como uma obra separada.
Cada um com sua própria perspectiva sobre quem é Jesus e por que ele veio.
Quantas vezes você já leu os quatro evangelhos durante sua jornada cristã?

a) JESUS NO EVANGELHO DE MATEUS
O interesse de Mateus é mostrar que Jesus é o Messias há muito esperado.Mateus queria ajudar os judeus de sua época a compreenderem Jesus como o Messias de Deus do novo Reino, a quem devem seguir como discípulos (Mateus 1.22).

b) JESUS NO EVANGELHO DE MARCOS
Este é o evangelho mais curto e enfatiza a identidade de Jesus por meio de seus atos.Leva-nos a ver Jesus como alguém com grande autoridade.
Seu propósito é: vejam Jesus como o Senhor encarnado, o “Filho de Deus” que veio para salvar os homens do pecado (Marcos 1.27).

c) JESUS NO EVANGELHO DE LUCAS
Lucas enfatiza a vinda de Jesus como as boas novas para todos os povos, especialmente aos desprezados e discriminados. Ele destaca algumas situações: a história da mulher pecadora que ungiu os pés de Jesus e a parábola do filho pródigo (Lucas 7.36-50; 15.11-32).

d) JESUS NO EVANGELHO DE JOÃO
João já identifica Jesus como “o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo” (João 1.29). As expectativas de João é que seus leitores vejam a Jesus como Deus encarnado que veio para dar a Sua vida, para que todos os que o aceitarem possam ter a vida eterna (João 1.14; 8.58; 20.28)

Neste momento quero te falar de Jesus sob um outro ponto de vista:

“Porque o Filho do homem também não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate de muitos.” (Marcos 10.45)

 2. JESUS, NOSSO RESGATADOR!

Definições da palavra Resgatar: “Recuperar algo cedido a outrem mediante pagamento do preço: resgatar um objeto; libertar a preço de dinheiro ou concessões: resgatar prisioneiros.”
Ao olharmos para estas definições é impossível não nos identificarmos, pois Jesus o nosso resgatador, nos resgatou da morte e do inferno.
No Antigo Testamento, a figura de um resgatador é facilmente identificada em Deus. Vemos isso claramente em vários pontos da história de Moisés e do povo conduzido pelo deserto.
No livro de Êxodo 6.6, lemos a promessa do Senhor em resgatar o povo de Israel da escravidão do Egito: “Portanto, dize aos filhos de Israel: eu sou o SENHOR, e vos tirarei de debaixo das cargas dos egípcios, e vos livrarei da servidão, e vos resgatarei com grandes juízos.”
Deus sempre trabalhava a favor de Seu povo – pessoas que Ele amava e desejava resgatar do pecado, da idolatria, da rebeldia e de tantas coisas que entristecem o Seu coração de Pai.
Aos que reconheciam a Sua soberania, Deus revelava Seu amor e os resgatava.
E foi assim durante os períodos apresentados nos livros de Gênesis a Malaquias (Antigo Testamento).Deus trabalhou preparando a humanidade para a vinda do Salvador e Resgatador – Seu filho Jesus.
Por este motivo, no Novo Testamento, a figura do grande resgatador passa a ser visualizada em Cristo!
Além do texto citado no início, Mateus 20.28 também registra que Jesus veio para “dar a sua vida em resgate por muitos”. Esse resgate não foi barato e não havia dinheiro no mundo suficiente para pagar o preço da minha e da sua vida, pois em 1 Pedro 1.18-19 lemos que não fomos resgatados com ouro ou prata, mas com o precioso sangue de Jesus.
Além disso, não somos meros objetos, mas seres criados à imagem e semelhança do grande Deus. Você é uma obra de Deus e ele jamais poderia ter deixado você perdido!
Nossos pecados faziam separação entre nós e Deus, nos impediam de ter livre acesso e intimidade com o Pai, por isso Jesus precisou vir ao mundo, morrer e, com Seu precioso sangue, pagar o resgate pela nossa vida a fim de que, ao aceitar Seu sacrifício por nós e o reconhecermos como nosso Salvador, tenhamos a certeza de vida eterna com Ele.
A Bíblia diz que o mundo jaz no maligno e que o inimigo vem para matar, roubar e destruir, mas Jesus veio para nos resgatar da escravidão do pecado e dar vida em abundância.
Jesus veio para ser o nosso resgatador em outras áreas: ambição; arrogância; insubmissão; e muitas outras que tem nos escravisado.

Conclusão:

De acordo com a noção que eu e você temos de Jesus, como iremos seguí-lo agora?
Minha oração é que você não conheça Jesus apenas como uma pessoa famosa, mas como seu salvador como seu resgatador.Como o único que pode transformar sua vida em algo vivo e verdadeiro. Mas, pode ter certeza que muitas e muitas vezes você e eu seremos confrontados com uma pergunta: Quem é Jesus? Espero que você tenha uma resposta sólida…

Mateus = Messias;
Marcos = Autoridade de Filho de Deus;
Lucas = Boas Novas, boas noticias de salvação e perdão, reconciliação;
João = Cordeiro de Deus

Resumindo tudo em:  Meu RESGATADOR!

 

Leia também:

Ou acesse a categoria “Mensagens”  para ler outros artigos.

Aniversariantes:
SETEMBRO:
02/09 - Diego
02/09 - Fernanda
08/09 - Fran
13/09 - Simone Jéssica
13/09 - Josefina
20/09 - Carlos Roberto
21/09 - Valdi
21/09 - William B.
22/09 - Silmara
26/09 - Boniek

DATAS COMEMORATIVAS:
07/09 - Independência do Brasil
15/09 - Aniversário de Ponta Grossa
Estatísticas do site:
Site criado em 23/02/2007.

Ano de 2017:
114.003 visitas
Visitantes hoje: 32
Usuários Online: 0
Seu IP: 34.207.146.166