Get Adobe Flash player
Nosso Endereço:
Rua Riachuelo, 693 - Ponta Grossa - Pr
Telefone: (42) 3224-1632
E-mail: recados@iecdpg.org.br
Localize no Google Maps
Assine por e-mail:

Digite seu endereço de email para assinar este site e receber notificações de novas publicações por email.

Pedido de Oração:
Pedidos de Oração
Previsão do tempo:
Arquivo

A fé que opera milagres

Pr. Jacson Irio Andrioli

Muitas vezes ouvimos sobre uma cura ali e um milagre lá, alguns milagres duvidamos, outros acreditamos e até compartilhamos aqueles que acontecem conosco. Mas esta situação é bastante diferente, pra não dizer curiosa. Gostaria de convidá-los a abrirem suas bíblias no Evangelho de Lucas 7. 1-10, onde vamos ver os relatos da cura de um Centurião.

A Palavra de Deus nos ensina que temos que conservar nossa fé.

“Uns confiam em carros, outros, em cavalos; nós, porém, nos gloriaremos em o nome do Senhor, nosso Deus.” (Salmos 20.7)

Leia:  Lucas 7.1-10

Esta parábola está inserida também no evangelho de Mateus capítulo 8, onde Jesus acaba de proferir o sermão do Monte. Lucas nos conta este acontecimento de uma maneira diferente, porém com a mesma mensagem: fé que opera milagres.

Os personagens que vemos nestes versículos são: Jesus, o servo doente, o centurião e os anciãos amigos do centurião.

Neste caso o que mais nos chama a atenção é o centurião. Centurião era um oficial Romano que comandava um grupo de 100 soldados que eram destacados para proteger as fronteiras de Cafarnaum com a Galiléia por causa do ódio que existia entre galileus e judeus.

Houveram outros centuriões  citados nas escrituras:

  • O que participou do momento da crucificação de Jesus, e reconheceu que Ele era um homem justo(Lc.23:47);
  • Cornélio, homem piedoso que ajudava o povo e temia a Deus (At.10:2);
  • Dois outros centuriões que ajudaram ao Apóstolo Paulo (At.23:17-18; 27:43).

O caráter deste centurião que lemos em Lucas é admirável, era um homem que respeitava seus servos e os considerava, também tinha atitudes boas que eram reconhecidas por todo o povo. (Lucas 7. 4 e5)

Mas a principal característica deste Centurião Romano era a fé. Tal atitude foi elogiada por Jesus…

Vou comentar sobre a fé deste homem, pois ela garantiu o milagre na vida do servo:

1. A Fé verdadeira gera compaixão (v. 2 e 3)

O Servo estava doente e ele se importou com isso, pois estimava, gostava deste servo, por isso enviou pessoas pedindo ajuda de Jesus.

  • Sua fé gera compaixão dos necessitados?

O centurião foi compassivo e isso chamou a atenção de Jesus, sabe por que??? Jesus também é compassivo com os necessitados, independente de sua posição.

2.  A fé verdadeira gera humildade (V. 4 – 6)

Certamente este centurião poderia ter chamado um médico para cuidar de seu servo, mas preferiu chamar a Jesus, pois tinha ouvido falar de Jesus e de seus feitos. Ele enviou outros a procura de Jesus, pois se considerava indigno de estar na presença de Jesus, por quê?

Certamente pelo fato de ser romano, ou por ser um homem de guerras e lutas, ou simplesmente por se achar aquém da grandeza de Jesus.

Já seus amigos quando chegaram a Jesus disseram que ele era digno de receber tal socorro.

  • Tua fé te leva a humildade?

3. A fé verdadeira reconhece a autoridade de Jesus (v. 7e8)

Seria mais ou menos assim: você ir ao médico e explicar  o que seu pai está sentindo, e receber o diagnóstico e tomar o remédio para que seu pai fique curado.

O centurião disse que bastava uma palavra de Jesus que seu servo ficaria curado, isso é submissão à autoridade e reconhecer que toda a palavra de Jesus tem poder pra mudar vidas. A fé do Centurião era tão grande que ele confiava absolutamente no poder das palavras de Jesus. A fé do Centurião é recompensada com a cura imediata de seu servo.

  • Sua fé é do tamanho de um grão de mostarda? (Mateus 17.20)

4. Jesus se admira (v. 9 e 10)

A fé desse centurião pode ser comparada à fé que o Senhor Jesus pedia que os seus discípulos tivessem. É como se Jesus estivesse dizendo aos seus discípulos que esse homem estava praticando os conceitos ensinados no sermão do monte.

Ele cria na autoridade de Jesus, mais até do que na pessoa, no corpo físico de Jesus. Esse é o tipo de fé que sabe quem é Deus.

Conclusão:

Queridos, este é o tipo de fé que devemos demonstrar em nossas vidas. Esta é a fé que agrada a Deus; é a fé que toca o coração do Senhor, é a fé que nos faz viver de modo diferente dos demais, é a fé que opera milagres. O Senhor espera que creiamos mais em quem Ele é do que nas coisas que Ele faz.

O Centurião tinha esse tipo de fé:

  • Compassiva;
  • Humilde;
  • Que reconhecia a autoridade de Jesus;
  • Fé que chamou a atenção de Jesus e o Seu favor.

“Ouve, filho meu, e aceita as minhas palavras, e se multiplicarão os anos da tua vida.” (Provérbios 4:10)

“Assim eu sou como homem que não ouve, e em cuja boca não há reprovação.” (Salmos 38:14)

Acesse a página  MENSAGENS para ler outros artigos, estudos e mensagens. Temos muito conteúdo (são mais de 100 textos) para você conhecer e estudar sobre a Palavra de Deus.

Aniversariantes:
SETEMBRO:
02/09 - Diego
02/09 - Fernanda
08/09 - Fran
13/09 - Simone Jéssica
13/09 - Josefina
20/09 - Carlos Roberto
21/09 - Valdi
21/09 - William B.
22/09 - Silmara
26/09 - Boniek

DATAS COMEMORATIVAS:
07/09 - Independência do Brasil
15/09 - Aniversário de Ponta Grossa
Estatísticas do site:
Site criado em 23/02/2007.

Ano de 2017:
114.003 visitas
Visitantes hoje: 79
Usuários Online: 2
Seu IP: 3.84.186.122