Get Adobe Flash player
Nosso Endereço:
Rua Riachuelo, 693 - Ponta Grossa - Pr
Telefone: (42) 3224-1632
E-mail: recados@iecdpg.org.br
Localize no Google Maps
Assine por e-mail:

Digite seu endereço de email para assinar este site e receber notificações de novas publicações por email.

Pedido de Oração:
Pedidos de Oração
Previsão do tempo:
Arquivo

Reconstruindo Muros (parte 2)

Pr. Jacson Irio Andrioli

Esdras e Neemias tiveram um papel fundamental na vida de fé do povo de Israel. Neemias explorou o lado prático, a vivência diária da nossa fé em Deus. Esdras havia conduzido o povo a uma renovação espiritual. Podemos dizer que Neemias era o Tiago do AT, desafiando o povo a mostrar a sua fé por meio das obras.

 


A primeira seção do livro (caps. 1-7) fala sobre a construção do muro. Durante o período da construção dos muros, os cristãos comprometidos, guiados por esse líder dinâmico, venceram a preguiça (4.6), zombaria (2.20), conspiração (3.9) e ameaças de agressão física (4.17).
A segunda seção do Livro (caps. 8-10) é dirigida ao povo que vivia dentro dos muros. A aliança foi renovada. Os inimigos que moravam na cidade foram expostos e tratados com muita dureza. Para guiar esse povo, Deus escolheu um home de coração reto e com uma visão clara dos temas em questão, colocou-o no lugar certo no momento certo, equipou-o com o seu Espírito e o enviou pra fazer proezas.
Na última seção (caps.11-13), o povo é restaurado à obediência da Palavra de Deus, enquanto Neemias, o leigo, trabalha junto com Esdras, o profeta. Como governador durante esse período, Neemias usou a influência do seu cargo para apoiar a Esdras e exercer uma liderança espiritual. Aqui se revela um homem que planeja sabiamente suas ações (“considerei comigo mesmo no meu coração”) e um homem cheio de ousadia (“contendi com os nobres”).

O Espírito Santo em Ação

Desde a criação, o ES tem sido o braço executivo de Deus na terra. Eliú falou a verdade quando disse a Jó: “O Espírito de Deus na terra me fez” (Jó 33.4). Aqui aparece um padrão constante: é o Espírito de Deus que age para fazer de nós o que Deus quer que sejamos.
Em Ne 2.18, a Palvara nos diz: “Então, lhes declarei como a mão do meu Deus me fora favorável.” A mão de Deus, seu modo de agir sobre a terra, é o Espírito Santo.
Neemias, cujo nome significa “Jeová conforta”, foi claramente um instrumento do ES. Sob o poder do ES, certamente se tornou modelo de sua  forma de atuar e foi um dos primeiros cumprimentos dessa memorável profecia.
Modelo de:

  • Como orar quando não parece existir solução humana para nossos problemas.
  • Como reunir fatores humanos e divinos quando estamos diante de situações tremendamente difíceis.
  • Como manter o equilíbrio adequado entre o controle de Deus e nossa responsabilidade humana.
  • Como “planejar o nosso trabalho” e “trabalhar nos nossos planos” e, ao mesmo tempo, confiar em Deus como nosso capacitador divino.
  • Como lidar com o desânimo, nosso e dos outros.
  • Como estabelecer alvos e alcançá-los quando tudo ao nosso redor parece estar desmoronando.
  • Como motivar as pessoas quando a disposição delas chega ao “fundo do poço”.
  • Como lidar com a ira e outras emoções negativas.
  • Como aceitar a promoção e o sucesso sem abusar ou usar de modo errôneo os nossos privilégios.
  • Como responder àqueles que fazem acusações falsas contra nós e caluniam os nossos motivos.
  • Como ajudar as pessoas a terem em suas vidas a mesma perspectiva de Deus.
  • Como encarar e resolver alguns dos problemas mais difíceis que teremos de enfrentar.

1. NEEMIAS UM HOMEM DE ORAÇÃO

 Não foi por acaso que o Espírito Santo levou Neemias a descrever sua experiência de oração. Neemias não apenas ressaltou como orava, mas sobre o que orava. Ele reconheceu a grandeza de Deus.
Neemias encarou o fato de que não poderia resolver aquele problema sozinho. Do ponto de vista humano, era uma situação impossível de ser resolvida. Mas o copeiro do rei também sabia que Deus não está restrito pelas limitações humanas. Ele é o Deus onipotente. Com ele todas as coisas são possíveis!
Era dessa maneira que Neemias via a Deus. Isso explica por que ele começou a sua oração dizendo: “Ah! Senhor [Yahweh], Deus dos céus, Deus grande e temível…” (v. 5).*
Ele lembrou a Deus a sua aliança com Israel. As palavras de Neemias foram: “Ah! Senhor [Yahweh], Deus dos céus… que guardas a aliança e a misericórdia para com aqueles que te amam e guardam os teus mandamentos!” (v. 5).
Por que Neemias lembrou ao Deus onisciente as promessas que havia feito? Se o Senhor sabe todas as coisas, como ele poderia esquecer-se delas?
Claro que o Senhor nunca se esquece! Entretanto, essa é uma lição poderosa que podemos aprender a respeito da oração. Deus se agrada de escutar seus filhos relembrando-lhe suas promessas quando estão falando com ele.
No caso de Neemias, isso indica algo mais. Nem todos os filhos de Israel haviam se esquecido do Senhor. Neemias era um deles.

• Princípio 1:  

Assim como Neemias, devemos orar movidos por um coração profundamente preocupado.  O coração de Neemias estava cheio de compaixão pelos judeus que sofriam em Jerusalém. Por isso ele persistiu em sua oração dia após dia. Como conseqüência, o coração de Deus foi tocado.

Uma parábola de Jesus

 Jesus nos ensinou essa verdade quando contou a parábola do juiz iníquo e da viúva pobre. O juiz a que Jesus se referia era um homem que dizia: “não temo a Deus, nem respeito a homem algum” (Lc 18:4).
No entanto, ele atendeu ao pedido de ajuda da mulher. Isso ocorreu principalmente porque ela continuou a importuná-lo. Se um magistrado pagão deu ouvidos a uma viúva pobre, muito mais Deus que é um juiz justo  “fará… justiça aos seus escolhidos, que a ele clamam dia e noite” (Lc 18:7).

Neemias é uma ilustração do Antigo Testamento que demonstra a verdade que Jesus estava ensinando naquele dia.

• Princípio 2:

Assim como Neemias, devemos fazer com que a oração seja a prioridade sobre outras coisas. Na Bíblia, o jejum muitas vezes está associado com a oração. Por exemplo, pense a respeito dos homens que estavam reunidos na igreja de Antioquia. Paulo e Barnabé estavam entre eles, e foi durante esse período, quando estavam “servindo… ao Senhor e jejuando”, que o Espírito Santo disse: “Separai-me, agora, Barnabé e Saulo para a obra a que os tenho chamado.” (At 13:1,2)
O propósito do jejum não é a simples abstenção de comida para ver se podemos alcançar uma graça especial de Deus. Em vez disso, a prática do jejum mostra a Deus que estamos mais dispostos a passar algum tempo falando com ele do que preocupados em satisfazer nossas necessidades físicas.

Neemias ilustra tudo isso de modo contundente. Mesmo tendo à sua disposição a melhor comida do reino, ele se abstinha de comer para poder dedicar o seu tempo à oração. Dia após dia, semana após semana, ele derramou sua alma diante do Senhor pedindo em favor de seus irmãos e irmãs que estavam em Jerusalém. Como resultado, o coração de Deus foi tocado profundamente.

• Princípio 3:

Assim como Neemias, devemos orar de maneira persistente. Jesus confirmou esse princípio na parábola que mencionamos anteriormente. O juiz iníquo respondeu à pobre viúva porque ela “se dirigia continuamente a ele” (Lc 18:3, NVI).

Mais uma vez a lição é clara! Se um homem rico, que não se importava nem um pouco com as necessidades de uma mulher pobre, respondeu a ela por causa da persistência dela, muito mais Deus, que se importa com todas as nossas necessidades, responde quando clamamos a ele “dia e noite”. (Lc 18:7; cf. Mt 6:25,26)  Neemias certamente ilustra essas palavras verdadeiras. O Senhor honrou a persistência de suas orações!

• Princípio 4:  

Assim como Neemias, devemos reconhecer que Deus é grande e tremendo. Já que Deus é totalmente santo e o soberano Senhor do Universo, devemos nos aproximar dele com temor e reverência. Jesus também ensinou a seus discípulos essa verdade com sua própria oração-modelo, quando disse: “Portanto, vós orareis assim:

Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o teu Nome”. (Mt 6:9)

Não entenda mal! O Senhor também é nosso amigo, mas nunca devemos “abusar” dessa amizade. Ele continua sendo Deus, e nós somos sua criação. É somente por causa do que Jesus Cristo fez por nós que podemos nos aproximar de seu trono da graça.(veja Hb 4:16)

2. A LUTA PELA FAMÍLIA (4:12-14)

Quando Neemias organizou os trabalhadores para se defenderem contra os adversários, ele chamou todos a pelejarem pelas próprias famílias(4:14). O desejo de salvar as próprias famílias motivou os judeus a trabalharem e vigiarem constantemente.
Isso também deve ter o mesmo efeito em nossas vidas. Mas as ameaças maiores hoje são os ataques espirituais que o Adversário faz constantemente, bombardeando as nossas famílias com tentações que ameaçam nos levar à perdição.

Lição: Pelejemos pela família!

3. A OBRA TERMINADA (6:15-16)

Depois de duas gerações de empecilhos e desculpas, Neemias e o povo se dispuseram a trabalhar e realizaram a obra em apenas 52 dias! Quantas vezes procrastinamos e imaginamos muitos motivos para não fazer o nosso dever, quando o trabalho em si poderia ser realizado em pouco tempo?

Lição: Deixemos de lado as nossas desculpas. Mãos ao trabalho!

Conclusão:

Neemias e o povo de Judá aceitaram o desafio e realizaram uma obra importante na construção dos muros de Jerusalém. Aprendemos muitas lições importantes do bom exemplo deles.

  • O muro espiritual só é forte e está preparado contra os ataques do inimigo quando há santificação, quando há consagração, ou seja, quando o cristão tem uma vida consagrada no altar, quando ele é um vaso separado e preparado para uso exclusivo do Senhor (I Co. 6: 19 e 20).
  • Uma vida guiada pela Palavra de Deus, ouvindo , vivendo e praticando a Palavra de Deus (Sl. 1: 1 e 2; Sl. 119: 105).
  • Vida de oração (I Ts. 5: 170); e muito jejum (Mt. 9: 14 e 15).
  • Precisamos reforçar as nossas portas dando testemunhos em todas as áreas de nossas vidas como verdadeiros filhos de Deus, invocando o nome do Senhor Jesus em todo o tempo.

As portas nos dizem:

1. A porta das Ovelhas: foi por onde Cristo entrou em Jerusalém (João 5:2). Ele é o Cordeiro de Deus.
2. A porta do Peixe: “Vinde após mim, e eu vos farei pescadores de homens” (Mateus 4.19). Ele procurou os Seus discípulos.
3. A porta Velha: “Ponde-vos nos caminhos, e vede, e perguntai pelas veredas antigas, qual é o bom caminho, e andai por ele; e achareis descanso para a vossa alma” (Jeremias 6:16). O Senhor Jesus disse: “Eu sou o caminho …”
4. A porta do Vale: “Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte, não temeria mal algum, porque tu estás comigo” (Salmo 23:4). A sombra da morte não traz temor ao cristão.
5. A porta do Monturo: “Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça” (1 João 1:9). O sangue de Cristo nos purifica.
6. A porta da Fonte: “Quem crê em mim, como diz a Escritura, rios de água viva correrão do seu ventre.” (João 7:38). O Espírito Santo habita no cristão quando ele se converte e nasce de novo.
7. A porta das Águas: “Vós já estais limpos pela palavra que vos tenho falado” (João 15:3). A Palavra de Deus nos lava, como água.
8. A porta dos Cavalos: “Sofre, pois, comigo, as aflições, como bom soldado de Jesus Cristo” (2 Timóteo 2.3). Os cavalos eram usados pelos soldados na guerra. O cristão é um soldado de Cristo.
9. A porta Oriental: era a primeira porta a ser aberta, no nascer do sol, indicando o fim da noite. O cristão espera também o raiar do dia quando o Senhor Jesus voltará para levá-lo consigo.
10. A porta de Mifcade (revista, registro): “todos devemos comparecer ante o tribunal de Cristo, para que cada um receba segundo o que tiver feito por meio do corpo, ou bem ou mal” (2 Coríntios 5:10). Cada cristão receberá um galardão correspondente ao que fez pelo seu Senhor aqui na terra.

Aniversariantes:
SETEMBRO:
02/09 - Diego
02/09 - Fernanda
08/09 - Fran
13/09 - Simone Jéssica
13/09 - Josefina
20/09 - Carlos Roberto
21/09 - Valdi
21/09 - William B.
22/09 - Silmara
26/09 - Boniek

DATAS COMEMORATIVAS:
07/09 - Independência do Brasil
15/09 - Aniversário de Ponta Grossa
Estatísticas do site:
Site criado em 23/02/2007.

Ano de 2017:
114.003 visitas
Visitantes hoje: 5
Usuários Online: 0
Seu IP: 107.20.10.203